Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
07 de Outubro de 2013

"Não pode haver ligação de almas onde não exista identidade de ideias, de crenças e de costumes." Eça de Queirós

Ao longo da evolução da Humanidade, os primeiros passos musicais e culturais foram-se estruturando, e naturalmente, foram adquirindo maior complexidade e riqueza de património nas várias vertentes da arte. Vem à descoberta desses primeiros sons organizados, e ousa despertar a tua curiosidade musical. E como que num suspiro através dos tempos, deixo-te aqui alguns dos mais raros registos musicais da Antiguidade Grega.

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

MÚSICA da ANTIGUIDADE  (desde o nasc. de Cristo até 400)

“Para onde uns a música poder ser definida como uma simples definição para outros é mais um meio complexo e nunca se consegui definir…”; ”…Por um lado, temos a definição de Luís Rodrigues; «Não se tem definido suficientemente a música e poderíamos dizer que é impossível dar uma definição exacta de uma arte que começa onde a palavra acaba. Música é a arte onde a palavra que emprega como material o som produzido pela voz humana ou por instrumentos ou, de outra forma, é a arte de combinar os sons e de lhes regular a duração, tendo como elemento material o som e como elemento formal as várias combinações que se introduzam»… Por outro, a definição de Aeón Mames; «O conceito de Música vem da palavra grega Musiké que vem de musa, ao qual a antiguidade grega entendia ao princípio por artes das musas, poesia, música e dança (…)… A única coisa que sabemos é que música é parte do nosso dia-a-dia e como tal encaramo-la de várias formas e de vários sentidos…”; “…podemos concluir que não há uma definição exacta para o que é ou como foi inventada a música. Chegamos assim à conclusão que a música serviu, na origem, como forma de encarar a vida das pessoas através de rituais compostos por sons. A música estava muito associada à espiritualidade e, passou a criar-se conforme o estado de espírito, conforme o momento que se vivia.” (http://historia_da_musica.blogs.sapo.pt)

Terencio. Hecyra 861 http://videos.sapo.pt/MqG1DPP1ZEvLYgSDfzsz

Homero Hymnus 1 http://videos.sapo.pt/QbFTNgOBdKv9uKMFGinP

E há mais a descobrir! Por isso!... Não percas o próximo post… porque nós… também não!!!
publicado por Musikes às 10:19 link do post
03 de Outubro de 2013

"Quando falares, procura que as tuas palavras sejam melhores que o silêncio." Provérbio Indu

Na procura de formas de comunicar, tal como na busca de bom clima e alimentos, o Homem Primitivo aprendeu a prescutar os sons da Natureza. Como que desbravando as paisagens agrestes do Planeta, espreita sem que te vejam, este Universo desconhecido repleto de sons e ritos.

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

A PRÉ-HISTÓRIA  (até ao nasc. de Cristo)

Podemos imaginar que o homem primitivo comunicou, desde muito cedo, usando sinais sonoros. Muito antes do aparecimento dos primeiros instrumentos, já o homem fazia a sua música, imitando os sons da Natureza: com gritos, sons corporais, batendo com paus, ramos, pedras, conchas…

Music of the Eskimos - Girl's Gam http://videos.sapo.pt/fzECP081nSgQkRh3tfPz

Foi quando o homem começou a produzir sons intencionalmente que se iniciou a longa caminhada à qual chamamos História da Música.

Music from Malaya - Alus (Spirit http://videos.sapo.pt/FVZf4Gz8gZoZkfUDLe4M

Há vestígios - nas pinturas das cavernas - de que o homem utilizava a música nas cerimónias rituais: encorajamento para a caça, evocação das forças da natureza, cultos dos mortos... Primeiro usaria somente a voz e outros sons do corpo; mas, ao longo do tempo, foi construindo instrumentos e com eles acompanhou essas músicas e danças, para as tornar mais ricas e assim agradar mais aos seus deuses.

Ainu Music of North Japan - Hero http://videos.sapo.pt/7lkEQkZ5cym32MnYB0vc

Ainu Music of North Japan - Hero http://videos.sapo.pt/zZZ87BKVL3zK0cYKcAvb

“…os “Anciãos” das tribos pediam muito a ajuda divina a partir da música, com cânticos próprios, e com preces muito próprias. Cada tribo tinha a sua maneira de “cantar” aos seus Deuses. Esses cantares eram com funções de ajuda para que tivessem boas colheitas ou simplesmente que chovesse, mas as mais importantes residiam no facto de se tentar possuir os animais e a sua alma, já que o ser humano sempre tentou entender e parecer-se com um “animal”. Esta música e estes “cânticos” deveriam trazer boa-sorte e vitoria nos confrontos entre tribos rivais, já que esse era uns dos principais objectivos da música.” (http://historia_da_musica.blogs.sapo.pt)

Pygmies of the Ituri Forest - Ele http://videos.sapo.pt/UmZoZLNJtKJtBRk0SCgT

Music of Panama - Flute Music http://videos.sapo.pt/MHOeU2VMj4nPw6F3f5Md

Music of Malagasy - Medley_ Drumm http://videos.sapo.pt/ctU9hnJQUwGRzQaFarmI

Murut Music of North Borneo – Tim http://videos.sapo.pt/h5kMsOVTuzjhpTb0ervr

E esta, hem?... Por isso!... Não percas o próximo post… porque nós… também não!!!
publicado por Musikes às 10:11 link do post
01 de Outubro de 2013

"A cultura assusta muito. É uma coisa apavorante para os ditadores. Um povo que lê nunca será um povo de escravos.” António Lobo Antunes

Plock plock!... Splash splash!... Escutas? Plock plock!... Splash splash!... Bolhas de sabão que refrescam o ar de misteriosos sons que aí hão-de vir… E tu como que admirado, soltas um largo sorrir. Pasmado, arremessado como cavaleiro medieval, és agora cativo dessa encantadora bolha gigante que envolve, te abraça e conduz ao longo dos tempos. Agora és o astronauta que viaja, e zás! Estrelas coloridas, um riacho celestial azulão te invade e levanta aos astros da audição… Descontrai-te; respira fundo; e começa por imaginar a paisagem verdejante, o céu cristalino, as estrelas cintilantes, e de repente estás acompanhado de almofadinhas nuvem que te embalam. Abre os olhos levemente, e então, desfruta do prazer da leitura de um pequeno pergaminho dos primórdios musicais até aos finais do século XX.

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

Pode dividir-se a História da Música em períodos distintos, cada qual identificado com um estilo que lhe é peculiar. É claro que um género musical não surge da noite para o dia, é um processo lento e gradual relacionado com a evolução social e com as mudanças de mentalidade que definem cada época, cada geração. Por isso mesmo, é difícil determinar rigorosamente a data em que inicia ou termina cada período da História da Música.

Apresenta-se aqui uma forma de dividir a História da Música Ocidental em períodos distintos:

 Pré-História (até ao nasc. de Cristo)

 Música da Antiguidade (desde o nasc. de Cristo até 400)

 Música Medieval (400-1450)

 Música Renascentista (1450-1600)

 Música Barroca (1600-1750)

 Música Clássica (1750-1810)

 Romantismo (1810-1910)

 Música do Século XX – 1ª e 2ª metades (desde 1900)

Hum… Curioso (a)?...

São estas as tuas, minhas e de toda a Humanidade as galerias do tempo musical. Pequenos grandes museus, que pela batuta mágica da audição e leitura, irás conhecer, identificar e apreciar tão belas pinceladas musicais ao longo da História da Música.

Por isso!... Não percas o próximo post… porque nós… também não!!!
publicado por Musikes às 10:08 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
Quando estou triste, paro e medito...Quando estou ...
A música é, sem dúvida, o alimento da alma... das ...
blogs SAPO