Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
24 de Fevereiro de 2014

"O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflecte.” Aristóteles

E com mais este pequeno post, damos por terminado mais um período da História da Música - o Renascimento.

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

MÚSICA RENASCENTISTA (1450-1600)

Como vimos em post’s anteriores, a música renascentista não só desenvolve a música vocal, mas também assiste-se a um grande desenvolvimento a nível instrumental. Com efeito, são muitos os instrumentos musicais que surgem mesta época e com a preocupação de ser composta música para eles . Aqui importa dar alguma atenção à importância de um instrumento tão simples, mas que ao mesmo tempo, é tido como uma obra de arte no seu fabrico artesanal – a Flauta de Bisel ou Flauta Doce. O século XVII dar-lhe-á a devida importância como instrumentos solista (entre outros), cuja complexidade técnico-artística exige cada vez mais dos músicos.

As Origens e História da flauta de Bisel ou “Flauta doce”

Os fabricantes de instrumentos começaram a produzir conjuntos de flautas doce em diferentes tamanhos – as flautas doce da Renascença, que alcançaram o seu apogeu em meados do século XVI. Os seus corpos eram cónicos, afilando-se suavemente para o pé.. A flauta doce é um instrumento de sopro, onde o som é produzido por um bocal contendo um apito e um tubo cónico ou cilíndrico contendo diversos furos. Este instrumento tem origem nos antigos instrumentos folclóricos que ainda podem ser encontrados em diversas partes da Europa, como o Czakan na Hungria (6 furos) ou a flauta dupla da antiga Jugoslávia. Muitos destes instrumentos eram feitos de tubos de bambú ou cana naturais, enquanto a flauta doce era um instrumento torneado em madeira. Uma das ilustrações mais antigas de uma flauta doce encontra-se num fresco da Igreja de Staro Nagoricvino, perto de Kumanova - Macedónia.

Escutemos, então, a suavidade e candura do som deste instrumento.

Flute Ensemble 1 http://videos.sapo.pt/9G6ne6PW6ta4tT3c63od

Flute Ensemble 2 http://videos.sapo.pt/pzWMEvVrzhHnztiIuUa8

Flute Ensemble 3 http://videos.sapo.pt/TwcWsPCCAZdul6ZklK22

Flute Ensemble 4 http://videos.sapo.pt/f2Btta8Q8u5nGzWZ1Cbo

Flute Ensemble 5 http://videos.sapo.pt/O8UGmT5yE7FO9J2rcI43

Flute Ensemble 6 http://videos.sapo.pt/sGGR7kHzmcaPj5luEIsU

Flute Ensemble 7 http://videos.sapo.pt/ltP007zQaQc81lgpyskC

E muito mais ainda haveria por ouvir. Para já deixo aqui mais umas tantas faixas para que possas usufruir deste prazer musical do Renascimento. Boas audições! 

Vulnerasti cor meum http://videos.sapo.pt/lJrUv3rkqUDtu8aJPETg

Nigra sum sed formosa http://videos.sapo.pt/3RPkh7frLUTdKhmNIjzf

Sanctus from Missa Vulnerasti cor meum http://videos.sapo.pt/4ar3QLznbMJRZhIIm42Y

Agnus Dei from Missa Vulnerasti cor meum http://videos.sapo.pt/avgzIwu5Wsja7tz3umDz

The Spirite of Musicke (from The First Part of Ayres) http://videos.sapo.pt/ElWmfooANsoiq9jGBzmE

An Almaine http://videos.sapo.pt/enBdEMv0lyjj8aURRqgQ

Adue Sweet Love http://videos.sapo.pt/s5mesFMCLa7Mkt9rZmUN

A Mery Conceit. The Q(ueens) delight http://videos.sapo.pt/UZPKcI0jzQbU6wK2CvQ8

E antes de aqui concluirmos estre grande capítulo da História da Música Ocidental, assiste ainda a um pequeno vídeo acerca do Renascimento que viria a influenciar os séculos seguintes a todos os níveis.

http://youtu.be/-2VIAO_bV7g Documentário bastante objetivo sobre o Renascimento, a Reforma Protestante e o Iluminismo, esclarecendo os motivos pelos quais estes acontecimentos ocorreram e trazendo de forma bem clara todo o conteúdo sobre esta parte da história. Produzido pela SBJ produções em 1994.

"Por isso!... Não percas o próximo post… porque nós… também não!!!"
publicado por Musikes às 09:40 link do post
11 de Fevereiro de 2014

"O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflecte." Aristóteles

GRANDES MÚSICAS... GRANDES ÉPOCAS!...

MÚSICA RENASCENTISTA (1450-1600)

"No século XV, a Itália experimentou uma fase de redescoberta da sua antiga cultura greco-latina. Indícios da velha arquitetura passaram a ser observados com um maior interesse, assim como quase todos os exemplos de manifestações artísticas. Na música isto foi mais complicado, pois os poucos fragmentos musicais, deixados como herança pelos antigos, mostravam um tipo de notação impossível de decifrar por aqueles estudiosos, ou seja, ficava muito difícil saber que espécie de melodia seus ancestrais ouviam na então chamada antiguidade clássica. Porém, não se podia negar a influência dos antigos teóricos da música, poetas, filósofos e intelectuais desse período, pois estes haviam deixado como legado, inúmeros tratados, dissertações filosóficas e matemáticas. Por estes documentos seria possível ao menos, entender a importância da música no cotidiano dessas pessoas."

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Toccata XXIII http://videos.sapo.pt/nr2HEyjA07wbqdmfDkZz

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Go from My Window http://videos.sapo.pt/QBOs29sJhrGEWnGMAIjI

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Chi vi dara piu luce http://videos.sapo.pt/ZiP1AFKr9NRie92gHPlm

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - La Pastorella si leva per tempo http://videos.sapo.pt/THzOpyfhwAI7h56rftZL

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Il Gambaro con denaretto http://videos.sapo.pt/0wYZkgfh4jgHystKdojA

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Gailiarda http://videos.sapo.pt/jHSp82tZYSziwZZRZQQE

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Balletto http://videos.sapo.pt/S9NEv7sz0fhYVy1AaJJz

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Siate Avvertiti http://videos.sapo.pt/J3j6bP0FT4Q2RcJD5nnJ

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Recercada primera http://videos.sapo.pt/K3z15pIwy6OpbVSUlSM1

"Os primeiros anos da Renascença foram marcados pela indiferença a qual a música da época causava naqueles que tinham curiosidade pela cultura de seus antepassados. Isto despertaria uma significativa mudança no cotidiano cultural/musical dos que descortinaram os séculos anteriores (Idade Média) como uma era de atraso intelectual, pois o novo ideal da época era focar sua criatividade na maneira dos pensadores da Antiguidade Clássica, dando origem ao movimento conhecido como humanismo. Este novo movimento rejeitava o teocentrismo imposto pela igreja durante a Idade média e recolocava o homem como senhor das suas escolhas. Durante o século XV diversos tratados musicais gregos foram traduzidos para o latim. Por meio dessas obras chegou-se à conclusão de que a escolha do modo era o caráter fundamental para evocar diversas emoções a quem escutasse a música e que os modos gregos eram idênticos aos modos eclesiásticos, podendo assim, utilizá-los com o mesmo objetivo a qual os gregos atribuíam. Em alguns séculos anteriores à Renascença, a prática musical do descanto servira como uma grande influência na música que viria a ser praticada durante os séculos XV e XVI. A união das duas formas de descanto, o cordal na Inglaterra e o colorístico na França deram origem ao faux-bourdon, sendo este a última fase de desenvolvimento da prática do descanto, a qual intercala a utilização do contraponto com a escrita paralela." (...) "Uma das grandes descobertas ocorridas durante o período renascentista foi a invenção da imprensa, a qual foi aperfeiçoada por Johann Guttenberg nos anos 50 do século XV, esta invenção proporcionou uma maior difusão do conhecimento, coisa que não era possível durante os negros anos da Idade Média, onde a cultura e o conhecimento ficavam restritos às pessoas mais abastadas da sociedade que dedicassem sua vida a dura rotina da liturgia eclesiástica. O ano de 1501 foi o marco na história da imprensa musical, pois foi publicada por Ottaviano Petrucci a mais significativa coleção de musica polifônica chamada Harmonices Musices Odhecaton, tendo chegado diversas cópias à Alemanha, França, Inglaterra e diversos outros lugares. Antes de Petrucci, toda música era copiada à mão, o que a tornava extremamente difícil e escasso (e principalmente caro)." (http://historiadamusica2011.blogspot.pt/2011/07/musica-na-renascenca.html)

Josquin des Près - La Triquotée_ La tricotea à 3 - A http://videos.sapo.pt/a8yWKE4K3PKwm5JJV7hN

Josquin des Près - Bergerotte savoysienne_ Bergerott http://videos.sapo.pt/jsEBE6bqJlRMoiOcB8cc

Josquin des Près - Bergerotte savoysienne_ Bergerott http://videos.sapo.pt/cuBOYOp98sWwIsRwjjzg

Josquin des Près - Si j'ay perdu mon amy_ à 4 - de O http://videos.sapo.pt/WeS1OnA24RmVCJPDFD9W

Josquin des Près - Si j'ay perdu mon amy_ à 3 - Josq http://videos.sapo.pt/waKWCw04atJqFTh368As

Josquin des Près - Si j'ay perdu mon amy_ à 4 - Josq http://videos.sapo.pt/LHI07NFeug9kZ2ZdwgZy

Josquin des Près - Mille regretz_ Plusieurs regretz http://videos.sapo.pt/9tANDZSzCJI2B1ZHRzUh

Josquin des Près - Mille regretz_ Mille regretz à 4 http://videos.sapo.pt/rTqBtnOEElZK1NPKkbRu

Josquin des Près - Mille regretz_ Mille regretz - Ge http://videos.sapo.pt/pNvczQPh0Lg43UZQHK9E

Josquin des Près - Mille regretz_ à 3 - Susato http://videos.sapo.pt/ONz9P1uzy3RTwIcdhsCF

Josquin des Près - Mille regretz_ Pavan Mille regret http://videos.sapo.pt/onmeharPWDFvzOmzari2

Josquin des Près - Pleine de deuil_ à 5 - Josquin http://videos.sapo.pt/LJyO3dSGyZC9UBzJgIos

Josquin des Près - Pauper sum ego_ Pauper sum ego à http://videos.sapo.pt/11JVaJ8ZiC5aJY3OvEGe

Josquin des Près - Pauper sum ego_ Faulte d'argent à http://videos.sapo.pt/I1FRtY4InOGdzNAiZ030

Josquin des Près - Pauper sum ego_ Faulte d'argent à http://videos.sapo.pt/TLzwqP6sDQZEHn6OmeZ7

Josquin des Près - Pauper sum ego_ à 6 - Willaert http://videos.sapo.pt/nNuWr8uBJGA5mbzrSa55

Josquin des Près - Pauper sum ego_ Adieu mes amours http://videos.sapo.pt/PfZS6bmbLijtcrQHuIaD

Josquin des Près - Pauper sum ego_ Adieu mes amours http://videos.sapo.pt/sGjav9j71Z1Sboe0j4cw

Josquin des Près - Pauper sum ego_ El grillo à 4 - J http://videos.sapo.pt/UIUA8gHBysCHoteebZEd

Josquin des Près - Epitaphium Josquin_ Le villain - http://videos.sapo.pt/U21dSSbKZI7MYf15YO11

Josquin des Près - Epitaphium Josquin_ Lamentatio su http://videos.sapo.pt/KjUQcSqWa9kaznMUG2i6

"Na Itália a Frotolla era um estilo com textos satíricos e amorosos, cantada de preferência nas cortes italianas, tinha uma música bem simples, onde sua forma interpretativa consistia, segundo Grout e Palisca, "... em cantar a voz superior e tocar as restantes como acompanhamento instrumental." (...) "A Lauda, outra forma musical italiana, era a versão religiosa da Frotolla, porém não fazia parte da liturgia, era apenas uma forma popular de mostrar devoção, geralmente sua melodia era aproveitada de canções profanas, sua letra podia ser em latim ou italiano e sua música era cantada a quatro vozes em reuniões públicas de devotos. Na França a música predominante era a chanson (literalmente canção), uma música geralmente em compasso binário, com o aparecimento de passagens em compasso ternário, o cantus firmus era cantado na voz mais aguda. Assim como a Frotolla, a chanson possuía o texto poético com conotações amorosas. Uma evolução da chanson, atribuída aos compositores franco-flamengos, tinham linhas melódicas em forma de melismas, onde o uso do contraponto era predominante. Durante o século XVI o madrigal foi o gênero mais importante e que tornaria a Itália o centro musical da Europa." (...) Porém este novo gênero nada tinha a ver com o madrigal do século XIV. O madrigal do trecento consistia em uma composição escrita geralmente para duas vozes com textos que podiam ter temáticas satíricas, bucólicas e amorosas. Os poemas eram organizados com duas ou três estrofes de três versos, todos cantados com a mesma melodia, porém, no final de cada estrofe dois versos eram inclusos (refrão) e cantados em compasso e melodia diferente. O madrigal renascentista era uma variedade de formas poéticas escritas exclusivamente para serem musicadas. Diferente do madrigal do trecento que tinha uma estrutura definida, na renascença o compositor tinha total liberdade sobre a música. O compositor dava efeitos expressivos ao poema e a palavra. Um dos grandes exemplos de compositores de madrigais foi Luca Marenzio (1553-1599), este levou o madrigal ao ápice com seu domínio técnico na arte de compor." (http://historiadamusica2011.blogspot.pt/2011/07/musica-na-renascenca.html)

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Ave Maria http://videos.sapo.pt/5jDG0TI1IzCfYjvcnN6r

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Courante of Harte Diefje waroem z http://videos.sapo.pt/gQYucNTGFhosadYZyG3o

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Ninfa Sconoscente http://videos.sapo.pt/4D8UNZsZUkWqyqMLCZOj

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Spagnoletta http://videos.sapo.pt/T63sZa10Gs5S8QQfKaUe

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Putta Nera Ballo Furlano http://videos.sapo.pt/5P1PiqFnrWzsghlibuvs

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Damigella tutta bella http://videos.sapo.pt/w6DylnSWTMuRt9njnptR

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Toccata XX http://videos.sapo.pt/ZiZZ8hnfnKzGzdZhOmHA

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Toccata Quinta http://videos.sapo.pt/EHcLnbTL7KKjFvTFpvDb

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Venetiana Galliarda http://videos.sapo.pt/uHr0MMjuzMrpZMdphYgi

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - Air des Bouffons http://videos.sapo.pt/K7IlHBH47NQZHhpLie6m

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - La Volta http://videos.sapo.pt/5TgjJhdnVlyvzvnvj9sr

La Musique de la Renaissance (1450-1600) - La Volta (Version 2) http://videos.sapo.pt/iRUnoZa7mC0OVTuGUaFR

Por isso!... Não percas o próximo post... porque nós... também não!!!
publicado por Musikes às 11:36 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
Quando estou triste, paro e medito...Quando estou ...
A música é, sem dúvida, o alimento da alma... das ...
blogs SAPO