Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
31 de Maio de 2016

“GOTINHAS… CULTURAIS…”

“A arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos, em os libertar deles mesmos, propondo-lhes a nossa personalidade para especial libertação.” Fernando Pessoa

A não perder! Aqui algumas sugestões culturais a lá dar um salto. ;)

A música de manhã https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/a-musica-de-manha-1732817

“Quando somos novos ouvimos música à noite, fora de casa e muito alta e dançável, se tivermos sorte. Ou mesmo enquanto trabalhávamos pela noite fora com a música aos berros. Entretanto envelheci e passei a ouvir música de manhã, muito alto, enquanto a minha amada e eu preparamos e tomamos o pequeno-almoço. Baixo a música para ler os jornais e as revistas do dia. E desligo-a para ler livros que precisam de silêncio porque ocupam toda a minha cabeça. Cada manhã temos o prazer de escolher a música que vamos ouvir. Temos as nossas playlists infalíveis, claro, mas depressa se desgastam, pelo que só podemos recorrer a elas, no máximo, uma vez por mês. De resto, temos de decidir, todos os dias, que álbum de que artista vamos ouvir. Quando eu era muito novo queria sempre ouvir discos desconhecidos de artistas desconhecidos. Mais tarde, quando aprendi a ter artistas preferidos, passei a querer ouvir, acima de tudo, as novas gravações que tinham feito. Agora que sou velho dedico só um dia por mês para ouvir artistas novos de quem nunca ouvi falar. E quase nunca dou o esforço por recompensado. Os muitos dias que sobram são dedicados a descobrir a música que, por ser antes do meu tempo, descurei por ter procurado a música que era mesmo minha contemporânea. A música de manhã não é triste: é restauradora. Dantes complicava a ressaca das manigâncias da véspera. Hoje enriquece a alegria de achar que é quando acordamos que nos sentimos mais sóbrios. E sensíveis.”

*****

Uma história da música guardada entre quatro paredes https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/uma-historia-da-musica-guardada-entre-quatro-paredes-1732840

“A gravação e reprodução de som, surgida no final do século XIX, não se revelou o apocalipse que muitos previram quando Edison apresentou ao mundo o seu fonógrafo de cilindros. Por muitos entenda-se vários músicos, que temiam ver o seu trabalho enquanto artistas de palco drasticamente reduzido, e grande percentagem dos comerciantes que lucravam com a venda de partituras – onde se incluíam também músicos e compositores. Essa história era, afinal, o início de uma outra. A história do que acontece entre portas, no estúdio, longe do olhar público. Isso nos contará Soundbreaking, o documentário em oito episódios que tem estreia esta terça-feira, no canal Odisseia, às 21h30. Foi o último projecto em que se envolveu George Martin, o lendário produtor dos Beatles, antes da sua morte, em Março, aos 90 anos. No site oficial da série realizada e produzida por Jeff Dupre e Maro Chermayeff, esta é apresentada, em traços gerais, da seguinte forma: “Da invenção do microfone ao sintetizador Moog, do fonógrafo ao streaming digital, Soundbreaking move-se entre o passado e o presente para contar as histórias por trás dos sons, e revela como a inovação redefiniu não apenas aquilo que ouvimos e como ouvimos, mas a nossa própria noção do que é e do que pode ser a música”. Em oito episódios, organizados não de forma cronológica, mas temática, passaremos pelo nascimento da música eléctrica e a forma como essa evolução tecnológica foi aproveitada para a criação de novas formas de música (do nascimento do blues eléctrico de Muddy Waters à música electrónica, passando por Jimi Hendrix ou Stevie Wonder). Iremos concentrar-nos nessa componente indispensável da fruição musical que é o ritmo, do funk de James Brown e do disco-sound dos Chic à Single ladies de Beyoncé. Acompanharemos a revolução trazida pelo sampling, mergulhando no Bronx de há 30 anos, berço do hip hop e seguindo décadas fora até ao presente. Veremos o som reunir-se à imagem, porque a música popular urbana não se constrói apenas do que ouvimos, mas também da forma como os músicos se projectam visualmente – eis-nos chegados à era do videoclip e da MTV. Por fim, dia 12 de Julho, data da emissão do último episódio, perceberemos com o formato em que ouvimos define também o que ouvimos: do nascimento do conceito de álbum, com o In The Wee Small Hours de Frank Sinatra, até às cassetes piratas onde os fãs dos Grateful Dead registavam os concertos da banda e ao presente onde toda a música está disponível e em que a audição musical é tão pulverizada quanto os géneros musicais existentes.”

*****

Comboio Histórico do Douro chega segunda a S. Bento, no Porto http://observador.pt/2016/05/29/comboio-historico-do-douro-chega-segunda-a-s-bento-no-porto/?clean=1

“Renovado e com gasóleo em vez de carvão, o Comboio Histórico do Douro chega à Estação de São Bento na segunda-feira e ficará em exposição até quinta. Dia 4 começam as viagens na linha do Douro. O renovado Comboio Histórico do Douro, que trocou o carvão pelo diesel, chega na segunda-feira à Estação de São Bento, no Porto, onde ficará em exposição até quinta-feira. Com partida às 10h40, a primeira viagem desde que a locomotiva a vapor do comboio histórico deixou o carvão será feita entre as estações de Campanhã e São Bento e contará com 100 crianças, divulgou este domingo a CP. “Após a intervenção de que foi alvo, em substituição do carvão, a máquina passa a utilizar o diesel como fonte de energia de tração, com vantagens ambientais e operacionais”, explica. Na terça e na quarta-feira, pelas 15h00, decorrerão palestras sobre a temática do comboio numa das carruagens em exibição em S. Bento. Para os próximos dias estão também programadas visitas de alunos de escolas da região. Agora que está concluída a renovação da máquina a vapor, esta é uma “oportunidade para ver a locomotiva e as carruagens que farão as viagens na linha do Douro a partir de sábado, 04 de junho”, assinala a CP. No percurso à beira do Rio Douro, a Locomotiva a Vapor 0186, construída em 1925 pela Henschel & Son e as cinco carruagens históricas, percorrem a distância que vai da Régua ao Tua, com passagem pelo Pinhão.”

*****

Casa da Música – Porto

Escola Profissional de Música de Espinho [02/06/2016 - quinta-feira | 21:30 | Café Casa da Música/Palco Super Bock] - Clássica

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/02-junho-2016-escola-profissional-de-musica-de-espinho/2130/?lang=pt

***

Alright Gandhi Entrada Livre [03/06/2016 - sexta-feira | 22:00 | Café Casa da Música/Palco Super Bock] - Pop/Rock, Jazz

Os Alright Gandhi sao um trio de pop/folk alternativo vindos de Berlim. Virtuosos e excentricos, Pietro(it) nas guitarras e Dominick(usa) nas percussoes, sao embalados pelo baixo e pela incrivel voz da mentora do grupo, Rosa (de). Entre ritmos contagiantes e piscadelas psicadélicas, vem a Portugal apresentar o seu novíssimo album, "Little Traveller".

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/03-junho-2016-alright-gandhi/2200/?lang=pt

***

Idipsumúsica Concurso de Música de Câmara da Escola Profissional de Música de Viana do Castelo – 3ª Edição 2016 [05/06/2016 - domingo | 15:00 | Sala 2] - Clássica

Grupos Finalistas Vianna Bones Quartet Quarteto de trombones Four Horns Quarteto de trompas Extreme Trumpet Quintet Quinteto de trompetes Effes Quartet Quarteto de cordas Waltusbart Trio Trio de flauta, oboé e fagote Musique à Quatre Quarteto de madeiras Shauplin Quintet Quinteto de cordas O Concurso de Música de Câmara da Escola Profissional de Música de Viana do Castelo (EPMVC) 2016 é destinado aos alunos desta escola e tem como objectivo a valorização da música de câmara e das competências dos jovens instrumentistas. Pretende também promover o intercâmbio de aprendizagem entre os alunos e dar visibilidade ao trabalho desenvolvido pela EPMVC.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/05-junho-2016-idipsumusica/1500/?lang=pt

***

Fado Violado [10/06/2016 - sexta-feira | 22:00 | Café Casa da Música/Palco Super Bock] - World, Fado - Entrada Livre

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/10-junho-2016-fado-violado/2200/?lang=pt

***

Na ponta dos dedos (10€) Workshop Primeiros Sons [12/06/2016 - domingo | 10:30 | Sala Ensaio 2] - Workshops ( Crianças, Famílias )

António Miguel Teixeira e Sofia Nereida formadores Na ponta dos dedos, no mundo dos teclados, sucedem-se histórias e aventuras, viagens serenas ou autênticos furacões. Tacteando sons, puxando canções, as primeiras realizações musicais levam a lugares longínquos da imaginação – basta seguir dois teclistas, subir a escada mágica…

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/12-junho-2016-na-ponta-dos-dedos/43542/?lang=pt

***

Cântico do Sol (12€) Coro Casa da Música - [12/06/2016 - domingo | 18:00 | Sala Suggia] - Clássica

Dedicado ao 70º aniversário do lendário violoncelista Mstislav Rostropovitch, o Cântico do Sol de Sofia Gubaidulina, a mais aclamada compositora russa da actualidade, é escrito segundo textos de São Francisco de Assis em louvor do Criador e das suas criações, nomeadamente o Sol e a Lua, os quatro elementos, a vida e a morte. Há quem considere a obra um concerto para violoncelo e coro mas a compositora rejeitou sempre a sugestão. Contando com dois percussionistas, um violoncelista e coro misto, a obra tem um forte carácter ritual e reproduz sonoridades que nos remetem para cultos ancestrais. As Três canções op.42 de Brahms, escritas para coro misto a seis vozes, enquadram‑se na melhor tradição da música a cappella. Os efeitos de pergunta e resposta entre dois coros – o masculino e o feminino que se dividem em três vozes – são particularmente expressivos e criam uma atmosfera belíssima. O programa é dirigido pelo titular do Coro Filarmónico da Estónia, um dos mais conceituados a nível mundial. “Nem um só gesto desperdiçado, nem um só exagerado. Kaspars Putniņš é um modelo de expressividade relaxada.” Wales Arts Review

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/12-junho-2016-coro-casa-da-musica/43202/?lang=pt

*

Grupo Coral Alma de Coimbra (8€) [14/06/2016 - terça-feira | 21:30 | Sala Suggia] - Clássica O Grupo Coral Alma de Coimbra é formado por antigos alunos da Universidade de Coimbra que hoje se encontram dispersos pelo país mas encontraram na música um espaço agregador e propiciador do cultivo dos ideais que pautaram os anos de vida académica. Tendo como núcleo central um coro masculino, os concertos incluem normalmente as guitarras e os fados de Coimbra. Assente no talento e na criatividade do maestro, procuram a divulgação dos poetas, autores e intérpretes portugueses ou de língua portuguesa, dentro e fora do país.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/14-junho-2016-grupo-coral-alma-de-coimbra/46227/?lang=pt

***

Concerto Sinfónico ArrábidaShopping 20 anos Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música - [25/06/2016 - sábado | 22:00 | Praceta Exterior Norte do ArrábidaShopping]

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música Martin André direcção musical Modest Mussorgski/Rimski-Korsakoff Danças Persas de Khovanchtchina Modest Mussorgski/Maurice Ravel Uma noite no Monte Calvo Modest Mussorgski/Maurice Ravel Quadros de uma exposição A Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música junta-se às comemorações do 20º aniversário do ArrábidaShopping num concerto de entrada livre dedicado a um compositor fundamental do século XIX. Modest Mussorgski inspirou-se, para muitas das suas obras, nas tradições populares russas. É o caso do poema sinfónico Uma noite no Monte Calvo, celebrizado no filme Fantasia da Disney, com a história de um encontro de feiticeiras em noite de São João que nos leva ao encontro de sonoridades fantásticas. Também a história russa dá origem a muitas páginas da música de Mussorgski, e esse é o caso da ópera Khovanchtchina, da qual são apresentadas as exóticas Danças Persas. O programa encerra com a obra mais famosa do compositor, Quadros de uma exposição, que integra a banda sonora do filme A Árvore da Vida, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes e nomeado para o Óscar de melhor filme em 2012. A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, a Fundação Casa da Música e o ArrábidaShopping oferecem à cidade um grande concerto, de acesso livre, que marca a programação das celebrações dos 20 anos deste Shopping.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/25-junho-2016-concerto-sinfonico-arrabidashopping-20-anos/2200/?lang=pt

*****

Cidade Líquida: os acontecimentos culturais e de animação da cidade http://www.porto.pt/noticias/cidade-liquida-os-acontecimentos-culturais-e-de-animacao-da-cidade

“O Festival Internacional de Teatro (FITEI) é um dos temas desta semana do Cidade Líquida, programa produzido pela Câmara do Porto. Concertos dos Porta Jazz; a exposição "Em Tempo de Guerra", patente na Biblioteca Pública Municipal; a música; Invicta for Kids e a Festa da Criança, nos Jardins do Palácio de Cristal, são alguns dos temas desenvolvidos nesta edição. Acompanhe todas estas sugestões e antevisões, em vídeo.”

***

Quanto tempo falta? Paços do Concelho | Inauguração 01 de junho 19h00

Ler mais! http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Fmailing.cm-porto.pt%2Ffiles%2Fcultura%2F28052016_convite2.jpg&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNGaovtoZUmC18RhoUOmil9oXFjiXw

***

Inauguração da exposição PIGS | Galeria 03 de junho 19h00 Municipal do Porto

Ler mais! http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Fmailing.cm-porto.pt%2Ffiles%2Fcultura%2F27052016_convite%2520PIGS%2520(2).jpg&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNEzAsZLt_F1WE3klf6a9HpGG0YjNw

***

FITEI 2016 no Teatro Municipal do Porto http%3A%2F%2Fwww.teatrom…

TEATRO SEX 3 JUN ⁄ 21H30 SÁB 4 JUN ⁄ 19H00 MALA VOADORA PIRANDELLO • FITEI 2016 GRANDE AUDITÓRIO MO • RIVOLI • 7,50 EUR • M/12

"Pirandello" não é uma encenação de uma peça de Pirandello, nem uma biografia do escritor italiano, autor multifacetado e distinguido com um Prémio Nobel da Literatura, em 1934. Contudo, "Pirandello" é uma biografia: a história de Mattia Pascal, tal como a inventou Pirandello, em 1904, no livro "Ele Foi Mattia Pascal". Foi este romance que a mala voadora adaptou para teatro, para fazer um espetáculo chamado "Pirandello". +Info Foto © José Carlos Duarte

MÚSICA SEX 3 JUN ⁄ 23H30 ORCHESTRA OF SPHERES (NOVA ZELÂNDIA) UNDERSTAGE ⁄ EM PARCERIA COM LOVERS & LOLLYPOPS • FITEI 2016 SUB-PALCO • RIVOLI • 5,00 EUR • M/12

Tudo nas esferas revela a perfeição da evolução física que estudamos e questionamos desde os primórdios — e essas questões, "quem somos?, para onde vamos?", são a génese do som dos neo-zelandeses, que criam música de dança de raiz, com o empírico como base para a explosão e expansão, com o que fizemos, enquanto espécie, a cimentar a descolagem para o que faremos. +Info

TEATRO ⁄ DANÇA SEX 10 JUN ⁄ 21H30 SÁB 11 JUN ⁄ 19H00 CLÁUDIA DIAS SEGUNDA-FEIRA: ATENÇÃO À DIREITA (COPRODUÇÃO) • FITEI 2016 PALCO DO GRANDE AUDITÓRIO MO • RIVOLI • 7,50 EUR • M/12

O primeiro espetáculo do ciclo de sete peças que Cláudia Dias criará ao longo dos próximos sete anos propõe-se reconstruir um combate de boxe. Punhos cerrados, full contact, uma coisa parece certa: Cláudia e Jaime vão dar e levar na boca, literal e metaforicamente. +Info ⁄ Foto © José Caldeira*Coapresentação Alkantara com o apoio NXTSTP ⁄ Programa Cultura da União Europeia

TEATRO SÁB 11 JUN ⁄ 21H30 TIAGO CORREIA A NOITE CANTA (ESTREIA ⁄ COPRODUÇÃO) • FITEI 2016 AUDITÓRIO • CAMPO ALEGRE • 7,50 EUR • M/12

Em "A Noite Canta" vive-se o dia de um jovem casal com um filho recém-nascido. Num último esforço para a realização individual, os desejos de ambos colidem de forma assoladora. Na sala-de-estar da sua casa — apresentada como prisão e/ou como refúgio do mundo — assistimos, muito próximos, a uma tragédia contemporânea íntima e delicada, que explora as fraquezas de um casal a adiar o fim da relação. +Info

TEATRO QUI 16 & SEX 17 JUN ⁄ 16H00 & 21H30 MARTA FREITAS ⁄ BALLETEATRO O CORO DOS MAUS ALUNOS • FITEI 2016 SALA-ESTÚDIO • CAMPO ALEGRE • 5,00 EUR • M/12

Na escola, um professor de Filosofia desafia os seus alunos a questionarem a sua relação com a instituição e com a sua própria existência. Durante as aulas, este professor pouco convencional tenta despertar o espírito crítico dos adolescentes, levando a que estes se confrontem com a "ordem estabelecida". +Info

TEATRO SEX 17 JUN ⁄ 21H30 GONÇALO WADDINGTON O NOSSO DESPORTO PREFERIDO PRESENTE (COPRODUÇÃO) • FITEI 2016 GRANDE AUDITÓRIO MO • RIVOLI • 7,50 EUR • M/12

"O Nosso Desporto Preferido" é uma tetralogia escrita e encenada por Gonçalo Waddington, em que o autor propõe uma reflexão sobre a nossa evolução como espécie universal. A primeira parte da obra, com o subtítulo "Presente", será composta por um elenco de cinco atores, encabeçado por um cientista misantropo que sonha com a criação de uma espécie humana livre das necessidades básicas. +Info

url q=http%3A%2F%2Fwww.teatrom…

Contactos Teatro Municipal Rivoli Praça D. João I, 4000-295 Porto +351 22 339 22 00

Teatro Municipal Campo Alegre Rua das Estrelas, 4150-762 Porto + 351 22 606 30 00

geral.tmp@cm-porto.pt

Por aqui me fico… e claro, com o desejo de… boas leituras! Até ao próximo click! )
publicado por Musikes às 18:30 link do post
24 de Maio de 2016

“GOTINHAS… CULTURAIS…”

“A arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos, em os libertar deles mesmos, propondo-lhes a nossa personalidade para especial libertação.” Fernando Pessoa

A não perder! Aqui algumas sugestões culturais a lá dar um salto. ;)

Apresentado livro sobre expressão musical para crianças http://www.porto.pt/noticias/apresentado-livro-sobre-expressao-musical-para-criancas

“Foi apresentado o livro "A Música no Jardim de Infância: uma proposta de desenho curricular", resultante de um trabalho desenvolvido ao longo de três anos que levou a expressão musical às crianças dos jardins-de-infância da rede pública da cidade do Porto. A apresentação decorreu a 16 de maio no Auditório Isabel Alves Costa, no Rivoli, com a participação da vice-presidente da Câmara do Porto, Guilhermina Rego, perante uma audiência com educadores de infância e encarregados de educação e parceiros do projeto dos vários agrupamentos de escolas. A sessão contou, ainda, com a participação de 41 crianças do Jardim-de-infância Barbosa du Bocage do agrupamento de escolas Infante D. Henrique que apresentaram uma performance como exemplo das experiências vividas no âmbito deste projeto. A publicação é resultado do projeto "Crescer com a Música" que faz parte integrante do Programa Porto de Apoio à Família para os Jardins de Infância da rede pública, e que o enriquece através da expressão musical. Nele já participaram 1667 crianças a frequentar 45 jardins-de-infância distribuídas por 84 turmas. O trabalho é desenvolvido pela Câmara do Porto em parceria com a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti. O livro mostra as planificações que integram o currículo do projeto e apresenta um guião metodológico de apoio pedagógico e artístico aos profissionais.”

***

CAIXA RIBEIRA http://www.blueticket.pt/Event/2638/CAIXA-RIBEIRA----

“3 E 4 JUNHO Depois do êxito da primeira edição, que levou à Ribeira, do Porto, alguns dos mais consagrados fadistas e onde se viveram momentos únicos e emocionantes, com enorme adesão do público, era obrigatório, sem dúvida, o regresso desta celebração em 2016. E os primeiros nomes anunciados deixam antever uma segunda edição que não só repetirá o êxito da primeira, como contribuirá para a consolidação do Festival na cidade. Durante dois dias, mais de 40 fadistas vão atuar em 10 palcos distintos, situados na Ribeira do Porto.”

*****

Museu Soares dos Reis recria exposição de 1916 de Amadeo de Souza Cardoso no Porto http://observador.pt/2016/05/23/museu-soares-dos-reis-recria-exposicao-de-1916-de-amadeo-de-souza-cardoso-no-porto/?clean=1

“O Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, vai recriar a única exposição de Amadeo de Souza Cardoso, no Porto, que decorreu em 1916, a ser inaugurada no dia 01 de novembro O Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, vai recriar a única exposição de Amadeo de Souza Cardoso, no Porto, que decorreu em 1916, a ser inaugurada no dia 01 de novembro, anunciou hoje o museu. “As obras que Amadeo decidiu expor estão hoje dispersas por diversas coleções públicas e privadas. Reuni-las, procurando refazer os gestos e as opções do malogrado pintor [que morreria, inesperadamente, em 1918, com 30 anos de idade] é, em primeiro lugar, uma homenagem”, indica a descrição da exposição, que seguirá depois para o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, em Lisboa, e que conta com curadoria de Raquel Henriques da Silva e de Marta Soares. Das 114 obras expostas no Porto há 100 anos, vão estar “aproximadamente 70% das obras identificadas a partir dos catálogos originais”, para a exposição que fica na cidade até 01 de janeiro de 2017 antes de abrir, em Lisboa, a 12 desse mês. “No dia 01 de novembro, vai [ser inaugurada] aqui no museu uma exposição que já estava programada e pensada antes da divulgação da exposição [de Amadeo] em França. Vai ser inaugurada uma exposição com um ciclo de conferências dedicadas a Amadeo, festejando o centenário da exposição na cidade do Porto, nos jardins de Passos Manuel”, disse à Lusa o presidente dos Amigos do Museu Nacional de Soares dos Reis, Álvaro Sequeira Pinto. (…)”

*****

Casa da Música – Porto

Academia de Música de Costa Cabral (5€) Concerto de Orquestras [30/05/2016 - segunda-feira | 21:00 | Sala Suggia] - Clássica

ORQUESTRAS DE SOPROS E PERCUSSÃO ORQUESTRA SINFÓNICA E COROS Programa a anunciar A Academia de Música de Costa Cabral representa uma das mais importantes escolas do ensino artístico especializado da música em Portugal. Com cerca de 700 alunos, distribuídos por todos os regimes de frequência desde o pré-escolar até ao acesso ao ensino superior, sendo que muitos deles frequentam a sua escolaridade em regime integrado, a AMCC tem apresentado na Sala Suggia inúmeros concertos, proporcionando assim à comunidade experiências extremamente enriquecedoras.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/05/30-maio-2016-academia-de-musica-costa-cabral/43712/?lang=pt

***

Serenatas (19€) Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música - [03/06/2016 - sexta-feira | 21:00 | Sala Suggia] - Clássica

Chegou o Verão e com o calor o tempo das serenatas, um género musical que nos remete para o ar livre e a música nocturna, tocada em homenagem a uma pessoa ilustre ou para cortejar uma donzela. A Serenata “Posthorn” de Mozart representa o expoente máximo deste género no Classicismo e as suas dimensões ultrapassam largamente as sinfonias da época. O sentido dramático de Mozart tem aqui uma fabulosa representação do seu génio teatral. Seguindo essa mesma tradição, Brahms iniciou a sua escrita orquestral com uma Serenata de grandes dimensões mas cujo carácter é mais ligeiro do que o das sinfonias que escreveu posteriormente. A peça foi acolhida entusiasticamente pelo público da época, abrindo caminho à gloriosa carreira de Brahms.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/03-junho-2016-orquestra-sinfonica-do-porto-casa-da-musica/43200/?lang=pt

***

Hailey Tuck (22,5€) [04/06/2016 - sábado | 21:30 | Sala Suggia] - Jazz, Alternativa

Após a apresentação ao público português com Sarah McKenzie no CCB, Hailey Tuck regressa agora para um espectáculo em nome próprio no Porto. Nascida em Austin, Texas, e educada com uma dieta de jazz dos anos 30, vestidos vintage e filmes a preto e branco, o amor de Hailey por tudo o que é old school fê-la mudar-se para França com apenas 18 anos à procura da “la vie en rose”. Estabeleceu-se firmemente como uma das favoritas da cena parisiense com uma autenticidade que origina numa infância gasta sonhando ao som de Ella Fitzgerald e Billie Holiday, seguindo as façanhas de Judy Garland e as estrelas de cinema. Com o seu álbum de estreia, Hailey convida o ouvinte a entrar num mundo muito próprio, construindo uma belle époque do século XXI.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/04-junho-2016-hailey-tuck/44349/?lang=pt

***

Conservatório de Música do Porto (4€) Verão na Casa - [05/06/2016 - domingo | 18:00 | Sala Suggia] - Clássica

Orquestra do Norte Academia Coral do Porto Ensemble Vocal Pro Musica José Ferreira Lobo direcção musical Patrícia Carvalho piano (Prémio CMP/ON) José Manuel Pinheiro direcção musical Carlos Batista Rêgo voz branca Abdul Rehman Mangá chamada para a Oração (Presidente do Centro Cultural Islâmico do Porto) Mariana Silva soprano Patrícia Quinta meio-soprano Ruben Fernandes tenor Pedro Telles barítono Jairo Grossi projeção Programa: Sergei Rachmaninoff Concerto para piano e orquestra nº 2 Karl Jenkins: The Armed Man A Mass for peace O Conservatório de Música do Porto celebra o encerramento do ano escolar numa colaboração com a Orquestra do Norte e o Ensemble Vocal Pro Musica. Vencedora do Prémio CMP/Orquestra do Norte, a jovem pianista Patrícia Carvalho interpreta o Segundo Concerto de Rachmaninoff sob a direcção do maestro Ferreira Lobo, titular da orquestra. A segunda parte do concerto, com a Missa The Armed Man, de Karl Jenkins, constitui um apelo à paz protagonizado pela Academia Coral do Porto (ACP). Criada em janeiro de 2014, esta Academia é uma iniciativa que pretende abrir a escola à comunidade, através da criação de uma grande formação coral, que possa apresentar anualmente uma obra coral sinfónica.

***

O carteiro de Mozart (7,5€) Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música - [05/06/2016 - domingo | 12:00 | Sala Suggia] - Clássica - Concerto comentado

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música Leopold Hager direcção musical Concerto comentado por Daniel Moreira Programa: Wolfgang Amadeus Mozart Serenata nº 9, em Ré maior, KV 320 Uma obra ideal para conhecer diversos instrumentos da orquestra, repleta de belíssimos e melodiosos solos, bem como de andamentos muito contrastantes entre si e com ritmos de danças palacianas do século XVIII. As fabulosas dramaturgias de Mozart estão presentes desde os contrastes bem dramáticos do início, marcados por exclamações grandiosas da orquestra. E a trompa que associamos à imagem universal dos correios, a mesma que no tempo de Mozart anunciava a chegada do postilhão, está em destaque num solo que deu o nome à Serenata. Venha conhecer em detalhe uma das grandes obras de Mozart sob a direcção de um grande especialista da música Clássica, Leopold Hager.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/06/05-junho-2016- orquestra-sinfonica-do-porto-casa-da-musica-concerto-comentado/43201/?lang=pt

*****

Jazz no bar do Coliseu Porto http://www.porto.pt/noticias/jazz-no-bar-do-coliseu-porto

(notícia de 18-05-2016) “As Jam Sessions estão de volta ao Coliseu Porto. Com início marcado para amanhã, quinta-feira, dia 19 de maio, a partir das 23,00 horas, o Bar do Coliseu abre-se à cidade para se transformar no palco do jazz. Uma vez por mês, na terceira quinta-feira, o desafio é para improvisar e criar. As sessões têm início com alunos e ex-alunos da ESMAE - Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo, estendendo-se depois o convite aos músicos que estejam presentes e que também queiram atuar. A abertura desta primeira Jam Session está a cargo de Wilson Correia Trio. Esta iniciativa, uma produção Coliseu Porto, em parceria com a ESMAE, começou em setembro e regressa agora para uma nova temporada. Com esta estratégia de programação própria o Coliseu reforça a sua visibilidade como agente cultural e evidencia a sua grandeza e diversidade que vão além dos espetáculos de acolhimento e da sua icónica sala principal. As próximas Jam Sessions serão a 16 de junho e a 21 de julho.”

***

Parque da Cidade recebe o Mini NOS Primavera Sound já no próximo domingo http://www.porto.pt/noticias/domingo-ha-musica-e-animacao-para-os-mais-novos-no-mini-nos-primavera-sound

“O Mini NOS Primavera Sound está de regresso ao Parque da Cidade, no próximo domingo, 29 de maio e vai contar com concertos de Luísa Sobral, They're Heading West com convidados e Benjamim. Depois do sucesso da primeira edição, que juntou mais de 10 mil pessoas, o NOS Primavera Sound volta a abrir o conceito do festival aos mais pequenos, proporcionando um dia de concertos para toda a família, com início às 14 horas. Foi em 2011 que Luísa Sobral se apresentou ao público. Ao Mini NOS Primavera Sound, a compositora traz "Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa", o terceiro álbum, lançado em 2015, que relata episódios da infância e que a cantora gostava que as famílias ouvissem juntas. O quarto álbum será lançado no final do ano. O primeiro álbum dos They're Heading West foi lançado em outubro de 2015, depois de quatro anos, trinta concertos em Lisboa, em colaboração com outros tantos convidados, e de duas digressões na América do Norte. Três cantautores e um baterista extremamente versátil que chegam ao Mini NOS Primavera Sound prontos para tocar as músicas uns dos outros e as de quem a eles se juntar com alegria. Entre os convidados de sessões passadas, e do disco, estão Ana Bacalhau, Capicua, Frankie Chavez, JP Simões, Peixe, Bruno Pernadas, Nuno Prata, Luísa Sobral, Samuel Úria e You Can't Win, Charlie Brown. Benjamim, o escritor de canções, que passou quatro anos radicado em Londres, voltou para Portugal, em 2013, para se instalar no coração do Alentejo e revolucionar a sua maneira de olhar para o mundo. Construiu o seu estúdio em Alvito e começou a dar vida às canções de "Auto Rádio, um disco feito para que todas as pessoas o consigam compreender. Um trabalho que procura histórias que não existem em mais parte nenhuma do mundo e feito para se ouvir a viajar de carro, em casa e, a 29 de maio, no Mini NOS Primavera Sound. Para além das atuações dos artistas, os projetos Noiserv nas tuas Mãos, Crassh Babies, Os jornais do Gepeto, Kids Jam Sessions e OVIS marcarão presença com workshops e experiências que vão tornar o dia memorável. A entrada é livre. O Mini NOS Primavera Sound volta a contar com o Espaço Conforto, uma tenda onde pais e filhos podem descansar e conviver abrigados do sol. +Info: NOS Primavera Sound 2016”

*****

Porto Cultura

Quanto tempo falta? Paços do Concelho | Inauguração 01 de junho 19h00

Ler mais! http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Fmailing.cm-porto.pt%2Ffiles%2Fcultura%2F20052016_convite2.jpg&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNFo7VbC90lOE3KEf8zffX-jXBeJSg

*****

FITEI 2016 no Teatro Rivoli Ainda a decorrer no Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica

TEATRO SÁB 28 MAI ⁄ 21H30 ENCYCLOPÉDIE DE LA PAROLE ⁄ JORIS LACOSTE (FRANÇA) SUITE Nº 2 (ESTREIA NACIONAL) • ABERTURA FITEI 2016 GRANDE AUDITÓRIO MO • RIVOLI • 10,00 EUR • M/12

Em 2013, o coletivo Encyclopédie de la Parole inicou um ciclo de quatro "Suites Corais" baseado no mesmo princípio: a reprodução, ao vivo, de documentos retirados da coleção áudio deste projeto. A segunda Suite - "Suite Nº 2" - orquestra discursos como ações quotidianas. Um conjunto de palavras boas e palavras que assustam o mundo. Palavras que lutam, palavras que sofrem, palavras que dão esperança. +Info Foto © Bea Borgers

TEATRO ⁄ DANÇA SEX 10 JUN ⁄ 21H30 SÁB 11 JUN ⁄ 19H00 CLÁUDIA DIAS SEGUNDA-FEIRA: ATENÇÃO À DIREITA (COPRODUÇÃO) • FITEI 2016 PALCO DO GRANDE AUDITÓRIO MO • RIVOLI • 7,50 EUR • M/12

O primeiro espetáculo do ciclo de sete peças que Cláudia Dias criará ao longo dos próximos sete anos propõe-se reconstruir um combate de boxe. Punhos cerrados, full contact, uma coisa parece certa: Cláudia e Jaime vão dar e levar na boca, literal e metaforicamente. +Info Foto © José Caldeira

url q=http%3A%2F%2Fwww.teatrom…

*****

Pet Sounds, Blonde on Blonde e um dia de ouro na história da música popular http://observador.pt/especiais/pet-sounds-blonde-on-blonde-um-dia-ouro-na-historia-da-musica-popular/?clean=1

“Há meio século, Bob Dylan e os Beach Boys lançaram duas obras-primas. O que têm em comum "Blonde on Blonde" e "Pet Sounds"? Tanto e quase nada. Mas sobretudo serem fruto de dois génios. Monday Monday, so good to me, monday morning, it was all I hoped it would be “Monday Monday”, The Mamas and The Papas A canção dos Mamas and The Papas estava no topo das listas de vendas nos Estados Unidos e era das que passava com mais frequência nas estações de rádio. A revolução na música pop e rock tinha iniciado uma marcha imparável no ano anterior e, em dezembro de 1965, sob a liderança de Lyndon Johnson, a Casa Branca enviara o primeiro contingente militar para o Vietname, uma decisão que iria envolver o país no longo conflito que inspirou muitos dos temas mais marcantes da música popular norte-americana durante a segunda metade dos anos 1960. Para fúria dos fãs mais puristas, Bob Dylan tinha largado a guitarra acústica e optado por ligar as canções à eletricidade. O folk rock estava a caminho. Com escândalo, mas para ficar. Tal como o psicadelismo, alimentado pelas primeiras experiências com LSD e pelo fascínio com os sons que chegavam da Índia. Os amores adolescentes, as festas e a celebração do surf, que caracterizaram os anos iniciais da carreira dos Beach Boys, não iriam desaparecer das letras das canções. Mas os alvos do interesse de quem as escrevia e compunha alargavam-se. Dylan estava por trás desta mudança, que até tinha atingido os Beatles. (…)”

Por aqui me fico… e claro, com o desejo de… boas leituras! Até ao próximo click! )
publicado por Musikes às 10:32 link do post
17 de Maio de 2016

“GOTINHAS… CULTURAIS…”

“A arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos, em os libertar deles mesmos, propondo-lhes a nossa personalidade para especial libertação.” Fernando Pessoa

A não perder! Aqui algumas sugestões culturais a lá dar um salto. ;)

Casa da Música – Porto

Romeu Costa e Fernando Ramos | "Crossover" (8€) Fim de Tarde | Música de Câmara - [24/05/2016 - terça-feira | 19:30 | Sala 2] - Clássica - Fim de Tarde, Música de Câmara

“Crossover” Convidado: Flux Ensemble Romeu Costa e Fernando Ramos saxofones Dimitris Andrikopoulos Apneia Paulo Bastos Baritnok Jeffery Davis Trickery for a Dishonest End Chiel Meijering Het vocht verdwijnt niet door een vrouw te nemen - Flux Ensemble Fernando Ramos direcção musical Dimitris Andrikopoulos Acheron (estreia mundial) Jeffery Davis Castalia (estreia mundial) Carlos Azevedo SunFlower II Romeu Costa e Fernando Ramos têm estado envolvidos em projectos de vanguarda em torno do saxofone, procurando estimular a composição de novas obras. Nesta sua actividade privilegiam a exploração de todo o potencial do instrumento, bem como de uma estética artística actual. Acompanhados por todo um mundo electrónico, interagem em palco como duas personagens (saxofones alto e barítono), apresentando um programa inovador e estimulante com obras maioritariamente escritas para este projecto. Para a segunda parte do concerto convidam o Flux Ensemble, com o qual exploram infindáveis e surpreendentes possibilidades expressivas em estreias mundiais de obras de Dimitris Andrikopoulos e Jeffery Davis, terminando com a interpretação de SunFlower II de Carlos Azevedo.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/05/24-maio-2016-romeu-costa-fernando-ramos/43344/?lang=pt

***

Terra: um planeta com vida (7,5€) Espectáculos | Concertos para Todos [28/05/2016 - sábado | 16:00 | Sala 2] - Espectáculos ( Famílias, Público Geral )

Curso de Música Silva Monteiro direcção artística Andreia Sousa, Óscar Rodrigues, Liliana Rocha, Victor Gomes e Névio Silva direcção musical Alunos do Curso de Música Silva Monteiro interpretação Rute Pimenta encenação Escola Fontes Pereira de Melo, Universidade de Stord, Universidade de Stavanger, Ópera Nacional de Bergen, Fundação Dr. António Cupertino de Miranda e Casa da Música parceiros É uma ópera científica, a matéria escolar a entregar-se à Arte. É a Pegada Cultural a desejar-se indelével no ensino, sobre a Terra que merece cuidados. Concebido por alunos do 5º ao 8º ano, o espectáculo tem libreto criado a partir dos programas curriculares de Ciências. Realizado com o apoio dos EEA Grants e da DGArtes, e unindo instituições nacionais e europeias, é a expressão do projeto Write a Science Opera da RESEO – European Network for Opera and Dance Education.

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/05/28-maio-2016-terra-um-planeta-com-vida/43493/?lang=pt

***

Música em tempo de guerra (15€) Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música - [28/05/2016 - sábado | 18:00 | Sala Suggia] - Clássica

A Sinfonia “Leninegrado” é possivelmente a composição mais célebre do grande compositor russo Dmitri Chostakovitch. Após a estreia de grande sucesso na União Soviética, a Sinfonia foi tocada pelas grandes orquestras mundiais e transmitida pelas rádios inglesa e norte‑americana em interpretações dirigidas por maestros tão célebres quanto Sir Henry Wood e Arturo Toscanini. Escrita durante o cerco a Leninegrado, permanece como um hino à resistência contra o nazismo. Neste enquadramento, é espantoso o bom humor com que esta fabulosa sinfonia surpreende os ouvintes. O programa abre com a estreia nacional de uma obra muito recente, escrita em 2015 pelo compositor estónio Erkki‑Sven Tüür para assinalar o centenário da Primeira Grande Guerra. 17:15 Cibermúsica Palestra pré‑concerto por Rui Pereira

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/05/28-maio-2016-orquestra-sinfonica-do-porto-casa-da-musica/43198/?lang=pt

***

103 Teclistas para Dona Helena (1€) Espectáculos | Concertos para Todos [29/05/2016 - domingo | 10:00 | Casa da Música] - Espectáculos ( Famílias, Público Geral )

Maratona de concertos de instrumentos de tecla com alunos de Escolas Vocacionais Mais um ano e mais uma edição, aumentada, da nossa maratona de instrumentos de tecla. Criada pelo 100º aniversário do nascimento de Helena Sá e Costa, esta celebração conta, de ano para ano, com mais participantes, de todo o país. Como numa boa Casa há sempre lugar para quem deseja entrar, abrimos as portas a todos, sejam 103 ou cento-e-muitos…

Ler mais! http://www.casadamusica.com/pt/agenda/2016/05/29-maio-2016-103-teclistas-para-dona-helena/43494/?lang=pt

*****

Seis semanas de festa no S. João

“É já no próximo sábado que arrancam as festas de São João, no Porto, que este ano vão durar seis semanas. Mais de 300 eventos, entre bailes e desfiles, rusgas e arruadas, corridas e regatas, concertos e festivais de música, com um orçamento de 450 mil euros (20 mil assumidos pelo Município). Uma das novidades é que, a par do que tem acontecido noutras edições, a Câmara do Porto volta a alargar a festa a um novo local da cidade, chegando o S. João este ano em peso à freguesia de Campanhã, com divertimentos e uma série de espetáculos ao vivo num palco que será montado na Estação de Recolha dos STCP de S. Roque. A festa vai também ficar marcada pela estreia de um Festival de Circo nos Jardins do Palácio de Cristal, de 21 de maio a 19 de junho, com mais de 15 espetáculos abertos ao público. Este ano, caberá aos Xutos & Pontapés marcar o ritmo da noite mais longa do ano, subindo ao palco dos Aliados, no dia 23 de junho, logo após o final do fogo-de-artifício. No feriado de 24 de junho, será a vez da Banda Sinfónica Portuguesa revisitar os êxitos de algumas das mais famosas bandas, como os Beatles, os Queen ou os Scorpions. Já na noite do dia 25, a partir da meia-noite, será a vez da banda GNR, liderada por Rui Reininho, atuar acompanhada pela Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana. Neste mesmo dia, outro ponto alto da programação, será a realização das Rusgas de S. João, este ano com início às 20.30 horas, na Praça da Batalha, e final nos Aliados, na Praça General Humberto Delgado.”

Ler em… http://www.jn.pt/local/noticias/porto/porto/interior/seis-semanas-de-festa-no-s-joao-5177092.html

*****

Orquestra Jazz de Matosinhos vai tocar no Blue Note, em Nova Iorque https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/orquestra-jazz-de-matosinhos-regressa-a-nova-iorque-1732033

““Este ano é em cheio!”. A exclamação é de Pedro Guedes, pianista e compositor, a comentar a nova viagem da (sua) Orquestra Jazz de Matosinhos (OJM), que esta semana vai regressar a Nova Iorque para actuar, pela primeira vez, no Blue Note, um dos palcos consagrados do jazz mundial. Depois de ter iniciado o ano com um espectáculo na Konzerthaus de Viena, a OJM vai agora retomar a parceria com o guitarrista norte-americano Kurt Rosenwinkel, para uma semana de concertos – de 17 a 22 de Maio, com duas actuações diárias – no famoso palco de Greenwich Village. E, mais lá para a frente, pisará novos palcos internacionais, entre Belgrado e Barcelona. Este “ano em cheio” é, pois, mais um passo na “estratégia de internacionalização da música, e dos músicos, da OJM”, acrescenta Pedro Guedes – que com Carlos Azevedo divide a direcção musical desta formação que ambos criaram em 1999, com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. (…)”

*****

A nova arte urbana na rua http://www.porto.pt/noticias/veja-a-nova-arte-urbana-que-cobre-as-caixas-de-distribuicao-electrica

“Este é o resultado da criatividade dos artistas desafiados pela Câmara do Porto e a pintar as caixas de distribuição elétrica que existem nas ruas. Depois de dar uma nova vida às caixas de eletricidade da Rua das Flores e do Largo de São Domingos, a comunidade artística da cidade foi desafiada numa segunda convocatória aberta do Street Art Porto - Caixas EDP também noutras zonas da cidade. Para eleger as melhores propostas de intervenção em 20 novas caixas situadas na Rua de Cedofeita, na Rua Miguel Bombarda e na Travessa do Carregal, a Porto Lazer realizou um concurso. As caixas já estão pintadas. Veja os resultados.”

***

O dia e a noite dos museus no Porto http://www.porto.pt/noticias/o-dia-e-a-noite-dos-museus-no-porto

“Os museus do Porto estarão em festa entre 15 e 21 de maio. Serão mais de cem atividades que permitirão ficar a conhecer melhor os museus, o património e as memórias da cidade. Um programa que apresenta iniciativas para todas as idades, entre as quais oficinas, concertos, visitas guiadas e circuitos culturais. Esta iniciativa inclui a comemoração do Dia Internacional dos Museus, a 18 de maio, e da Noite Europeia dos Museus, a 21 de maio, datas celebradas internacionalmente para dar relevo à importância dos museus na sociedade contemporânea. Este ano o tema global é Museus e Paisagens Culturais. Entre as atividades propostas destaque para uma encenação sobre a vida de Almeida Garrett pelo Rancho Folclórico do Porto, no dia 21, no Museu Romântico da Quinta da Macieirinha; a visita guiada a partir das pinturas de paisagens de autores naturalistas e a música inspirada nas jóias de Marta Ortigão Sampaio, na Casa Museu Marta Ortigão Sampaio, também no dia 21; e ainda, no mesmo dia, uma tarde musical, com alunos do Conservatório de Música de Jobra, na Casa Museu Guerra Junqueiro. O Dia Internacional dos Museus foi criado pelo Conselho Internacional de Museus pretendendo dar visibilidade e voz aos museus e ao papel que desempenham na sociedade atual. A cada ano é escolhido um tema de reflexão que permita uma discussão alargada sobre distintos pontos de vista. Este ano o tema recai na interligação entre museus e paisagens culturais, o qual será abordado de formas muito diversas pelos museus portuenses. A Noite Europeia dos Museus foi criada pelo Ministério Francês da Cultura e da Comunicação. Os museus portuenses associam-se, mais uma vez, a esta iniciativa.”

***

Primavera Sound está a chegar http://www.porto.pt/noticias/contagem-decrescente-para-o-nos-primavera-sound-ja-comecou

“Falta menos de um mês para o NOS Primavera Sound 2016, que este ano se realiza de 9 a 11 de Junho. Os palcos estarão de novo montados no Parque da Cidade, no Porto e a programação promete. O festival conta este ano com nomes como os de Sigur Rós, Brian Wilson ou os Air. No primeiro dia, quinta-feira, 9 de Junho, atuarão os Animal Collective, Deerhunter, Julia Holter, Parquet Courts, Sensible Soccers, Sigur Rós, U.S. Girls e Wild Nothing. Sexta-feira, dia 10 de Junho será a vez de Brian Wilson performing Pet Sounds, Beach House, BEAK>, The Black Madonna, Cass McCombs, Destroyer, Dinosaur Jr., Empress Of, Floating Points (live), Freddie Gibbs, Holly Herndon, Kiasmos, Mudhoney, Mueran Humanos, PJ Harvey, Protomartyr, Roosevelt, Savages, Tortoise e White Haus. E sábado, dia 11 de Junho, atuam os Air, Algiers, Autolux, Bardo Pond, Battles, Car Seat Headrest, Chairlift, Drive Like Jehu, Explosions In The Sky, Fort Romeau, Linda Martini, Loop, Manel, Moderat, Neil Michael Hagerty & the Howling Hex, Royal Headaches, Shellac, Titus Andronicus, Ty Segall and The Muggers e Unsane. BILHETES Os bilhetes estão à venda na bilheteira online BOL e ainda na Atrápalo, Seetickets, Ticketscript, Masqueticket, Ticketea, Portal NOS Primavera Sound e nos locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés, Worten) ou através do travel package da Festicket que inclui, para além do passe geral, o alojamento durante os dias do festival.”

*****

Há novas cores no Mural da Restauração - Visão http://news.google.com/news/url?sa=t&fd=R&ct2=us&usg=AFQjCNFApT0yLpxr05BhUfmdrlwG0Lu_wQ&clid=c3a7d30bb8a4878e06b80cf16b898331&cid=52779642752876&ei=T2LtVuiDK4T6wQHbwJn4Bg&url=http://visao.sapo.pt/actualidade/visaose7e/sair/2016-03-19-Ha-novas-cores-no-Mural-da-Restauracao via Byline

“Aproposta não poderia contrastar mais com as restantes. Ladeada por dois trabalhos de puro graffiti, com uma explosão de cores e de motivos, Composição em Azul, de Paulo Jesus, é um bálsamo para os olhos. Um retângulo monocromático, pintado em azul Facebook, rodeado pela letra W, que se associa imediatamente às ferramentas de comunicação e à partilha de dados existente na internet, e se lê como uma crítica à proliferação das imagens. Habituado a expor em galerias, esta é a primeira intervenção de arte urbana do artista, um dos cinco selecionados pela Câmara Municipal do Porto, através da PortoLazer, para apresentar o seu trabalho no Mural Coletivo da Restauração. “Agradou-me esta ideia de concurso democrático e o facto de poder trabalhar a minha linguagem noutro contexto”, revela, enquanto dá os últimos retoques na sua pintura. A convocatória para as candidaturas à terceira fase do mural (um projeto iniciado em janeiro de 2015), inserido no programa de Arte Urbana do Porto, foi lançada no início do ano. O tema era livre e cada artista poderia enviar duas propostas para figurarem nos 14 módulos de sustentação dos Jardins do Palácio de Cristal, estendidos ao longo de 70 metros da rua da Restauração. Os portugueses The Caver, Dub & Kest, Paulo Jesus, Bruno Lisboa e Lara Luís, juntamente com o espanhol Peri, viram as suas propostas selecionadas, entre 53 concorrentes, que ocuparão agora, durante um ano (anteriormente, a duração era semestral), esta tela urbana. A diversidade de linguagens é um dos méritos deste projeto, como se comprova neste terceiro ciclo. Apesar de esta não ser a primeira experiência de street art de Lara Luís, o seu trabalho está associado, sobretudo, à ilustração. “Quis aproveitar esta plataforma para treinar e experimentar novos materiais”, conta. O estilo minimalista, com referências autobiográficas, é recriado nos dois módulos que lhe concederam no mural: Uma selva urbana, em tons de azul, referência direta ao Porto, a cidade onde gosta de se perder. “É complicado trabalhar nesta dimensão, tive de usar um projetor para fazer as marcações, mas é engraçado ver pormenores que no papel passam despercebidos a assumir outro tamanho.” A ajuda dos parceiros graffiters foi preciosa para Lara Luís e estes dias foram de aprendizagem constante. Ao seu lado esquerdo, Nuno Barbedo (aka The Caver) ultima o seu trabalho, Restauração da Cidade, inspirado na Estação de São Bento. Este “freelancer das artes”, como se descreve, de Lisboa, não quis perder a oportunidade de deixar a sua marca no Porto, onde tem vários amigos. “A estação reúne algumas das coisas de que mais gosto na cidade: os azulejos, o quotidiano das pessoas que a atravessam e os graffitis que aparecem nos comboios”, descreve. Desta experiência, guarda também “as trocas de impressões com outros artistas”. Será que o espaço em branco que separa os trabalhos de Lara e Nuno se manterá até à inauguração? PALAVRAS-CHAVE ARTE URBANA DO PORTO ARTES, CULTURA E ENTRETENIMENTO MURAL COLETIVO DA RESTAURAÇÃO”

Por aqui me fico… e claro, com o desejo de… boas leituras! Até ao próximo click! )
publicado por Musikes às 11:31 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
Quando estou triste, paro e medito...Quando estou ...
A música é, sem dúvida, o alimento da alma... das ...
blogs SAPO