Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
07 de Novembro de 2013

"A educação tem raízes amargas, mas os seus frutos são doces.” Aristóteles

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

Música Medieval (400-1450)

“O surgimento da Trova está intimamente ligado à poesia da Idade Média. Durante a Idade Média, Trova era o sinônimo de poema e letra de música. Hoje a Trova possui a sua conceituação própria, diferenciando da Quadra e da Poesia de Cordel, e do Poema musicado da Idade Média - o movimento poético chamado Trovadorismo. Os poemas produzidos nessa época eram feitos para serem cantados por poetas e músicos. (Trovadores - poetas que compunham a letra e a música de canções. Em geral uma pessoa culta - Menestréis - músicos-poetas sedentários; viviam na casa de um fidalgo, enquanto o jogral andava de terra em terra, Jograis - cantores e tangedores ambulantes, geralmente de origem plebéia - e Segréis - trovadores profissionais, fidalgos desqualificados que iam de corte em corte, acompanhados por um jogral). Recebiam o nome de cantigas, porque eram acompanhados por instrumentos de corda e sopro. Mais tarde, essas cantigas foram reunidas em Cancioneiros: o da Ajuda, o da Biblioteca Nacional e o da Vaticana. No século XI, com o início da reconquista cristã da Península Ibérica, o galego-português consolida-se como língua falada e escrita da Lusitânia. Os árabes são expulsos para o sul da península, onde surgem os dialetos moçárabes, a partir do contato do árabe com o latim. Em galego-português são escritos os primeiros documentos oficiais e textos literários não latinos da região, como os cancioneiros (coletâneas de poemas medievais), surgindo os Trovadores Medievais.” (http://www.clerioborges.com.br/oficinatrovadorismo.html)

PEQUENO APONTAMENTO: Por motivos alheios à vontade do Musikes, os nomes das peças aqui apresentados não foram possíveis de serem editados. As minhas sinceras desculpas, na esperança que não seja por esse motivo que deixarás de escutar e conhecer a música deste período da História.

Ministriles Reales (1) http://videos.sapo.pt/6AdufkQFZNfJ2RVAcgQo

Ministriles Reales (2) http://videos.sapo.pt/Fz77Zs9i48SubyF6jTdI

Ministriles Reales (3) http://videos.sapo.pt/OzZJFNvEfL2pPWMAP6In

Ministriles Reales (4) http://videos.sapo.pt/0zBbBNr5ac6shA3pETUm

Ministriles Reales (5) http://videos.sapo.pt/jpgwzpbutZfNIeqZA6yG

Ministriles Reales (6) http://videos.sapo.pt/w08VD1GJmhIkoLZR5KNM

Ministriles Reales (7) http://videos.sapo.pt/ADpMLEV8jSPMNCWlW193

Ministriles Reales (8) http://videos.sapo.pt/fUil5kzhtPbqUPnEFg8j

Ministriles Reales (9) http://videos.sapo.pt/JHP1k999kj2LBOZ3bpim

Ministriles Reales (10) http://videos.sapo.pt/kKNSjH0G7V80AQsFiY3j

E ainda há muito mais para ouvires!  Há que voltar a escutar para verdadeiramente contemplar e apreciares, mas, por agora façamos aqui uma pequena pausa na tua audição.

Por isso!... Não percas o próximo post… porque nós… também não!!!
publicado por Musikes às 11:47 link do post
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
blogs SAPO