Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
24 de Fevereiro de 2021

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Robert Schumann 5 and Clara Schumann at the piano.jpg

Robert Alexander Schumann

(1810-1856)

 

“(…) Para desenvolver a sua técnica pianística, Schumann teve a infeliz ideia de imobilizar o dedo médio da mão direita com o uso de uma ligadura, a fim de tornar independente o dedo anular. Foi um desastre: na primavera de 1832, o dedo imobilizado tornou-se paralítico para sempre. De médico em médico, de charlatão em charlatão, o compositor, dois anos depois, ainda procurava solucionar o problema. De nada adiantaram os seus esforços. A história da música, no entanto, saiu a ganhar: morrendo o intérprete, só lhe restava a via da criação. (…)” (https://www.rtp.pt/antena2/geral/robert-schumann_1908)

 

Robert Schumann: Arabesque em Dó maior, Opus 18. (1838-39)

 

Robert Schumann: Liederkreis, Opus 24. (1840), sobre texto de Heine

 

Robert Schumann: Liederkreis, Opus 39. (1840), sobre texto de Eichendorff

 

Robert Schumann: Abertura e música incidental para Nanfred”

 

Robert Schumann: 3 Fantasiestücke, Op. 111 - N.o 2 In A-Flat Major (1851)

 

Robert Schumann: Synphony N.o 2 In C Major, Op. 61

 

Robert Schumann: Três Quartetos de Cordas, Op. 41 - No. 2 (1842)

 

Robert Schumann: "Quinteto para Piano em Mi bemol maior, Opus 44. (1842)

 

 

Fale comigo.

Também no Facebook!

publicado por Musikes às 07:45 link do post

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Identifico-me totalmente com o argumento deste pos...
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
blogs SAPO