Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
30 de Abril de 2020

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Modest Petrovich Mussorgsky

(1839-1881)

 

“(…) Em 1869, Mussorgsky começou uma das suas maiores obras, a ópera «Boris Godunov», com base numa peça de Pushkin e em textos do historiador Karamzin. A primeira versão, completada em Dezembro desse ano, foi rejeitada pelo Teatro Imperial porque não tinha um papel de prima donna. (…)” (https://knoow.net/arteseletras/musica/mussorgsky-modest/)

 

Modest Mussorgsky: "Ópera "Salammbo", (Der Schlusschor von Priesterinnen)

 

Modest Mussorgsky: Ópera "Boris Godunov" (1978, legendas em inglês)

 

 

“(…) O compositor sujeitou a ópera a uma revisão rigorosa, que só concluiu em 1872. A primeira produção teve lugar no dia 8 de Fevereiro de 1874, em São Petersburgo, e foi um sucesso. No decorrer dos dez anos seguintes, foi apresentada quinze vezes e, em 1896, foi editada pelo compositor Nicolai Rimsky-Korsakov, que a rearranjou porque, de acordo com ele, apresentava falhas no estilo e na orquestração. No entanto, foi a versão de Mussorgsky que se popularizou, especialmente no século XX. (…)” (https://knoow.net/arteseletras/musica/mussorgsky-modest/)

 

Modest Mussorgsky: Ópera “Boris Godunov” (versão de 1869)

 

Modest Musorgsky: Coronation Scene from Ópera "Boris Godunov" (versão de Rimsky-Korsakov, formato, concerto)

 

 

Segue o Musikes em…

Facebook  Twitter  Padlet

publicado por Musikes às 08:17 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Identifico-me totalmente com o argumento deste pos...
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
blogs SAPO