Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
17 de Fevereiro de 2019

Para todo o ano na Fundação de Serralves.
Boa cultura a não perder na invicta!
 
 

Joana Vasconcelos, Olafur Eliasson, Pedro Cabrita Reis e (finalmente!) a abertura da Casa do Cinema Manoel de Oliveira vão marcar este ano muito especial na vida de Serralves – assinalam-se os 20 anos do Museu e 30 da Fundação. Ainda não foi anunciado quem será o sucessor de João Ribas, ex-diretor do Museu.

 

A exposição Joana Vasconcelos: I’m Your Mirror inaugura no Museu de Serralves no dia 14 de fevereiro
 

O regresso de Joana Vasconcelos 

 

Do Museu Guggenheim de Bilbao chega a exposição Joana Vasconcelos: I’m Your Mirror, primeira antológica da artista, cujo título é uma homenagem a Nico, a cantora alemã celebrizada pela música I'll be your mirror, escrita por Lou Reed e interpretada pela banda norte-americana Velvet Underground. (…) Tal como em Bilbao, também em Serralves as obras de Joana Vasconcelos serão adaptadas à escala das galerias do museu, de modo a receber a artista portuguesa que aqui expôs em 2000. Depois de Serralves, a exposição seguirá para o Kunstahl Rotterdam, em Roterdão, na Holanda. 14 fev-final de junho

 


Casa do Cinema Manoel de Oliveira

 

Apontada para o primeiro semestre deste ano (abril é a data prevista), a inauguração da Casa do Cinema Manoel de Oliveira (CCMO), projeto de Álvaro Siza que recuperou as antigas garagens do Conde de Vizela, , é um dos pontos fortes da programação deste ano. Além de uma exposição permanente dedicada ao realizador português, falecido em 2015, a CCMO terá uma sala de cinema com programação regular, duas salas de exposições (uma temporária, outra permanente), a guarda do acervo documental de Manoel de Oliveira (depositado em Serralves em 2013 e que se encontra a ser tratado), e salas de serviço educativo. (…)

 

Coleção de Serralves

 

A celebração dos 30 anos da Fundação de Serralves e dos 20 anos do Museu de Serralves servirá para mostrar “as obras que foram sendo adquiridas ao longo destas três décadas”, revelou Marta Moreira de Almeida, diretora interina do museu. A primeira exposição será a da artista norte-americana Susan Hiller (a partir de 28 fevereiro), que esteve em Serralves, em 2005, que ali apresentará a instalação interativa Os Pensamentos São Livres – a partir de uma jukebox, o publico pode escutar 100 canções de teor político colecionados pela artista. De volta ao museu, 15 anos depois, estará também Paula Rego, numa exposição monográfica com obras da artista no núcleo da Coleção realizadas desde os anos 60 até à atualidade (a partir do outono, até 2020). Durante o verão (entre julho e setembro), a exposição Celebrar a Coleção, Serralves 1989-2019 assinala também os aniversários do ano.

 
São estas apenas algumas das propostas de Serralves. E claro que há mais!
 
 
publicado por Musikes às 12:40 link do post
12 de Fevereiro de 2019

O Fantasporto é antigo de quase 40 anos, mas abraça os desafios da modernidade para mais uma edição que, de 19 de fevereiro a 8 de março, traz 36 antestreias e quase 200 filmes sobre os temas da atualidade no mundo.

 

 

O evento, que tem desta vez um número recorde de filmes portugueses (57) a concurso, resultou da seleção de cerca de 600 filmes chegados de 59 países e leva ao Rivoli exibições que "vão abordar as problemáticas do ambiente, da tecnologia, da saúde, da desumanização, das sociedades e da luta contra o radicalismo", como adianta a diretora do Fantas, Beatriz Pacheco Pereira.

 

O Fantasporto apresenta assim clássicos da vertente fantástica, mas leva ao mesmo tempo à descoberta de novos realizadores, já que essa faceta faz também parte da marca do festival, de acordo com Mário Dorminsky, a "cara" do Fantas desde sempre.

 

Veja o lineup desta edição AQUI.

 

 

Facebook  Twitter  Padlet  Email

publicado por Musikes às 12:47 link do post
31 de Janeiro de 2019

Para todo o ano na Fundação de Serralves.
Boa cultura a não perder na invicta!
 
 

Joana Vasconcelos, Olafur Eliasson, Pedro Cabrita Reis e (finalmente!) a abertura da Casa do Cinema Manoel de Oliveira vão marcar este ano muito especial na vida de Serralves – assinalam-se os 20 anos do Museu e 30 da Fundação. Ainda não foi anunciado quem será o sucessor de João Ribas, ex-diretor do Museu.

 

A exposição Joana Vasconcelos: I’m Your Mirror inaugura no Museu de Serralves no dia 14 de fevereiro
 

O regresso de Joana Vasconcelos 

 

Do Museu Guggenheim de Bilbao chega a exposição Joana Vasconcelos: I’m Your Mirror, primeira antológica da artista, cujo título é uma homenagem a Nico, a cantora alemã celebrizada pela música I'll be your mirror, escrita por Lou Reed e interpretada pela banda norte-americana Velvet Underground. (…) Tal como em Bilbao, também em Serralves as obras de Joana Vasconcelos serão adaptadas à escala das galerias do museu, de modo a receber a artista portuguesa que aqui expôs em 2000. Depois de Serralves, a exposição seguirá para o Kunstahl Rotterdam, em Roterdão, na Holanda. 14 fev-final de junho

 


Casa do Cinema Manoel de Oliveira

 

Apontada para o primeiro semestre deste ano (abril é a data prevista), a inauguração da Casa do Cinema Manoel de Oliveira (CCMO), projeto de Álvaro Siza que recuperou as antigas garagens do Conde de Vizela, , é um dos pontos fortes da programação deste ano. Além de uma exposição permanente dedicada ao realizador português, falecido em 2015, a CCMO terá uma sala de cinema com programação regular, duas salas de exposições (uma temporária, outra permanente), a guarda do acervo documental de Manoel de Oliveira (depositado em Serralves em 2013 e que se encontra a ser tratado), e salas de serviço educativo. (…)

 

Coleção de Serralves

 

A celebração dos 30 anos da Fundação de Serralves e dos 20 anos do Museu de Serralves servirá para mostrar “as obras que foram sendo adquiridas ao longo destas três décadas”, revelou Marta Moreira de Almeida, diretora interina do museu. A primeira exposição será a da artista norte-americana Susan Hiller (a partir de 28 fevereiro), que esteve em Serralves, em 2005, que ali apresentará a instalação interativa Os Pensamentos São Livres – a partir de uma jukebox, o publico pode escutar 100 canções de teor político colecionados pela artista. De volta ao museu, 15 anos depois, estará também Paula Rego, numa exposição monográfica com obras da artista no núcleo da Coleção realizadas desde os anos 60 até à atualidade (a partir do outono, até 2020). Durante o verão (entre julho e setembro), a exposição Celebrar a Coleção, Serralves 1989-2019 assinala também os aniversários do ano.

 
São estas apenas algumas das propostas de Serralves. E claro que hámais!
 
 
publicado por Musikes às 12:41 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
Quando estou triste, paro e medito...Quando estou ...
A música é, sem dúvida, o alimento da alma... das ...
blogs SAPO