Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
01 de Outubro de 2020

No Musikes em Setembro...
 

Musikes (7).jpeg

 

Compositor checo da Era Romântica, o estilo próprio de Dvorák tem sido descrito como o expoente máximo que conjugou o idioma nacional com a tradição sinfónica, integrando influências populares e encontrando formas eficazes de as utilizar.
publicado por Musikes às 07:04 link do post
27 de Setembro de 2020

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Antonin Dvorák

(1841-1904)

 

“(…) A união com Anna e a tranqüilidade do lar fez com que Dvorák desenvolvesse o trabalho de composição. No mesmo ano em que casou, compôs o primeiro sucesso da carreira: Hymnus, uma espécie de hino dedicado ao povo tcheco. Também neste período conheceu a fama internacional com a publicação da primeira coleção de danças eslavas. (…)” (https://musicaclassica.folha.com.br/cds/11/biografia.html)

 

Antonin Dvorák: Hymnus, Heirs of the white Mountain, Op. 30

 

Antonin Dvorak: Symphony no.5 in F major, op.76

 

Antonin Dvorák: Piano Concerto In G Minor, Op. 33 

 

Antonin Dvorák: Violin Concerto In A Minor, Op. 53

 

Antonin Dvorak: Symphonic Poems - Overtures

 

 

Fale comigo.

Siga o Musikes no Facebook!

publicado por Musikes às 07:00 link do post
21 de Setembro de 2020

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

 

Antonin Dvorák.1 (2).JPG

Antonin Dvorák

(1841-1904)

 

“(…) Em 1857, Dvorák foi para Praga para dar continuidade às aulas. Lá permaneceu por dois anos. Quando deixou o centro musical, logo arrumou um emprego como violista no Teatro Nacional de Praga. Para completar a renda, também dava aulas.

Dvorák tornou-se o organista da Igreja de São Adalberto de Praga em 1873. O trabalho era estável, o que permitiu que ele casasse com Anna Cermakova, uma de suas alunas. Eles tiveram nove filhos --três morreram antes de completar cinco anos. (…)” (https://musicaclassica.folha.com.br/cds/11/biografia.html)

 

Antonín Dvorák: Piano Trio No. 3, Op. 65

 

Antoníi Dvorák: Symphony No. 3 in E-Flat Major, Op. 10

 

Antonin Dvorák: piano Trio no. 1, In B-Flat Major, Op. 21

 

Antonin Dvorák: Dança Eslava No. 8, op. 46

 

 

Fale comigo!
Siga o Musikes no Facebook

 

publicado por Musikes às 07:22 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Identifico-me totalmente com o argumento deste pos...
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
Posts mais comentados
blogs SAPO