Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
03 de Janeiro de 2021

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Snoppy Pai Natal.GIF

 

White Christmas

 

"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)

 

As Janeiras - José Afonso

 

*****

 

Tradições Natalícias »» As Janeiras e os Reis

 

O cantar das Janeiras é o domínio, quiçá o mais rico, do Cancioneiro Popular Português. A sua origem remonta igualmente ao tempo do paganismo em imitação das Saturnais Romanas que, ao converterem-se à religião crista, assumiram foros da maior originalidade.

No ancestral cantar das Janeiras está contido todo o espírito popular, a criatividade; a beleza, o encómio e o escárnio. Muito embora neste domínio se acentuem as heterogenias regionais, é, no entanto, comum a todo o País a composição de pequenos grupos corais, normalmente acompanhados de instrumentos musicais, que percorrem os mais variados lugares da sua freguesia ou vila, batendo às portas e entoando loas religiosas à mistura com quadras de fino gosto popular.

 

Cantar as Janeiras em Santa Maria da Feira ( Janeiro 2003 ...

 

vamos cantar as janeiras

 

Cantar as janeiras

 

Cantar dos Reis - AM Barcelos

 

*****

 

O objectivo era serem bem recebidos pelos moradores que lhes ofereciam doces e vinho. Mas, caso não correspondessem a contento, eram “mimoseados” com canções de chacota, por vezes achincalhantes, e não raras vezes culminadas por cenas bem tristes e desnecessárias.

 

As esmolas recebidas, em géneros, guloseimas ou dinheiro, eram em certas regiões destinadas à ceia ou festa do grupo, enquanto que noutras paragens revertiam a favor das almas do Purgatório.

 

No Algarve são bem conhecidas as tradicionais charolas que na orla marítima do Sotavento ainda se mantêm com o mesmo fulgor de há dezenas de anos atrás.

A recolha deste riquíssimo espólio da nossa literatura oral, foi, em parte, compilado por José Leite de Vasconcelos, Ataíde Oliveira e muitos antropólogos, amadores ou profissionais, que percorreram o País de lés-a-lés.

José Carlos Vilhena Mesquita”

 

Ler mais e consultar em…

 

Dia de Reis... Vamos cantar as Janeiras - musicaenaoso

 

Dia de Reis e de cantar as Janeiras

 

Natal Dos Simples – Zeca Afonso – LETRAS.MUS.BR

 

 

Fala comigo!
Também no Facebook.

 

publicado por Musikes às 07:21 link do post
24 de Dezembro de 2020

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Postal de boas festas.jpg

 

Conto de Natal: Scrooge 1970 HD

 

Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não-bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.

 

The Litle Drummer Boy

 

Stille nucht

 

Avé Maria

 

Jesu Bleibt Meine Freunde

 

Christmas Jazz - Deck The Halls Jesu Bleibt Meine Freunde

 

Let It Snow, Let It Snow, Let It 1

 

Here Comes Santa Claus 1

 

Jingle Bell Rock 1

 

Rockin' Around the Christmas Tree 1

 

Santa Claus Is Coming to Town 1

 

Silver Bells 1

 

Santa Baby

 

Ol' Saint Nicholas

 

 

Fala comigo!
Também no Facebook.

 

publicado por Musikes às 07:11 link do post
23 de Dezembro de 2018

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Conto de Natal: Scrooge 1970 HD

 

Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não-bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.

 

The Litle Drummer Boy

 

Stille nucht

 

Avé Maria

 

Jesu Bleibt Meine Freunde

 

Christmas Jazz - Deck The Halls Jesu Bleibt Meine Freunde

 

Let It Snow, Let It Snow, Let It 1

 

Here Comes Santa Claus 1

 

Jingle Bell Rock 1

 

Rockin' Around the Christmas Tree 1

 

Santa Claus Is Coming to Town 1

 

Silver Bells 1

 

Santa Baby

 

Ol' Saint Nicholas

 

publicado por Musikes às 12:27 link do post
17 de Dezembro de 2018

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

A Árvore de Natal do Pluto – Walt Disney

 

De acordo com o almanaque romano, a festa já era celebrada em Roma no ano 336 d.C. Na parte Oriental do Império Romano, comemorava-se em 7 de janeiro o seu nascimento, ocasião do seu batismo, em virtude da não-aceitação do Calendário Gregoriano. No século IV, as igrejas ocidentais passaram a adotar o dia 25 de dezembro para o Natal e o dia 6 de janeiro para Epifania (que significa "manifestação"). Nesse dia comemora-se a visita dos Magos.

A celebração do Natal de Jesus foi instituída oficialmente pelo Papa Libério, no ano 354 d.C.

 

I'm Dreaming of a White Christmas

 

Sweet and Slow – Nat King Cole

 

Avé Verum

 

Christmas Becom's a Time...

 

I Will Be Home For Christmas

 

It's Beginning to Look a Lot Like Christmas

 

Jingle Bell

 

Let It Snow, Let It Snow, Let It Snow,

 

Christmas Gifts

 

Santa Come's to Town

 

Whyte Christmas

publicado por Musikes às 12:39 link do post
10 de Dezembro de 2018

Dando a mão à celebração das festividades natalícias, o Conservatório de Música do Porto convida a juntarem-se a ele na Casa da Música do Porto.
O concerto é magnífico, e seus intérpretes são de não perder mesmo.
 
 
CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO
Casa da Música - Porto - Sala Suggia / 13-12-2018 às 19:30h
 
 

Johann Sebastian Bach Oratória de Natal BWV 248

 

Celebrando simultaneamente a quadra natalícia e o encerramento das comemorações do centenário do Conservatório de Música do Porto, a Orquestra e o Coro desta escola de referência juntam-se a outros coros da cidade para apresentar a Oratória de Natal de Bach, uma obra inspirada do ponto de vista musical e literário.

 

As seis cantatas presentes na Oratória de Natal desenham um arco narrativo cuja unidade resulta da forte coesão dos seus textos, de autoria provável do libretista Picander, a partir dos Evangelhos de São Lucas e São Mateus.

 
 
Artistas

 

Coro do Conservatório de Música do Porto

Coro da Sé Catedral do Porto 

Coro Polifónico da Lapa 

Ensemble Vocal Pro Musica 

 

Orquestra do Conservatório de Música do Porto 

Martin Lutz direcção musical

Carla Caramujo soprano

Patrícia Quinta mezzo-soprano

Fernando Guimarães tenor

Nuno Dias baixo

publicado por Musikes às 17:27 link do post
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Identifico-me totalmente com o argumento deste pos...
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
blogs SAPO