Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
21 de Setembro de 2022

Boulevard Parisiense - Ramon Pinchot I Gironès (1898).JPG

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Niccolò Paganini

(1782-1840)

 

“(…) Niccolò Paganini, mostrava interesse precoce pelas cordas do violão, mas foi o violino que levou o jovem ao mundo da fama. Aos seis anos tomava aulas com Giovanni Servetto. Mais tarde, com o mestre de capela e primeiro violino de Gênova, Giacomo Costa.//Sob a orientação desses  professores, Paganini fez progresso surpreendente. Com a idade de oito ele compôs uma sonata de violino de mérito extraordinário; um semestre depois, ele tocou o Concerto de Pleyel tão prosperamente na igreja que ele frequentava que foi convidado a ser o primeiro violino da igreja. Antônio Paganini estava realizando o seu sonho rapidamente, mas longe de ceder à sua regra despótica sobre seu filho, aumentou a severidade com a esperança de trazer um triunfo mais rápido. Niccolò Já fazia nesta época apresentações executando obras diversas e estreou sua obra em uma igreja dos arredores. Escreveu, aos onze anos de idade, uma série de variações sobre a tradicional /La Carmagnola/, recebendo pela apresentação dessa composição sólida aclamação. (…)” (http://violinovirtuose.blogspot.com/2011/12/biografia-de-niccolo-paganini.html)

 

 

Niccolò Paganini em sua juventude..JPG

 

Niccolò Paganini: Variaciones sobre “”a tradicional La Carmagnola”:” MS1; Himno patriótico con variaciones, MS81; ”Moto Perpetuo" en C Major Op. 11, MS72; Tema variado MS82; Variaciones sobre "Carnevale di Venezia" MS59

 

Niccolò Paganini: String Quartets, Op. 1a: No. 1 in D minor: 1. Allegro maestoso

 

Niccolò Paganini: String Quartets, Op. 1a: No. 1 in D minor: 2. Minuetto: Allegretto

 

Niccolò Paganini: String Quartets, Op. 1a: No. 1 in D minor: 3. Adagio

 

Niccolò Paganini: String Quartets, Op. 1a: No. 1 in D minor: 4. Rondeau: Allegretto con brio

 

Niccolò Paganini: Trios for Strings and Guitar - Terzetto Concertante for viola, cello, and guitar in D Major, Op. 68: 1. Allegro; 2. Minuetto; 3. Adagio cantabile; 4. Waltz a rondo: (Allegretto con energia

 

 

Fale comigo.
no Facebook sugestões culturais e mais!
publicado por Musikes às 07:38 link do post
15 de Setembro de 2022

Amendoeiras em flor - Vincent Van Gogh (fevereiro 1890).JPG

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Niccolò Paganini de Ingres em 1819.JPG

Niccolò Paganini

(1782-1840)

 

“(…) Como toda criança da época, Niccolò Paganini foi atacado tão severamente por sarampo que certo dia foi dado como morto, e seu corpo foi embrulhado em uma mortalha, e só por acaso é que não foi enterrado prematuramente. Esta doença deixou Paganini doentio para o resto da vida. (…)” (http://violinovirtuose.blogspot.com/2011/12/biografia-de-niccolo-paganini.html)

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - Perpetuela (Sonata Movimento Perpetuo)

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - Sonata con variazioni (Sonata Militaire) in A Major, Op. (Posth)

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - Napoleon Sonata

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - Romanze in A minor

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - Tarantella in A minor (version for violin and guitar)

 

 

Fale comigo.
no Facebook sugestões culturais e mais!
publicado por Musikes às 07:32 link do post
09 de Setembro de 2022

Camille Monet num Banco de jardim - Claude Monet  (1873) (2).JPG

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Niccolò Paganini

(1782-1840)

 

“Durante o outono de 1782, mais precisamente a 27 de outubro, nascia na litorânea cidade de Gênova, Itália, fruto da união de Antonio e Teresa Paganini, uma criança, que recebeu o nome de Niccolò, e cujo futuro seus pais nem podiam imaginar. Antonio Paganini, que era portuário por profissão, se distraía como violinista amador. Apenas o segundo filho, dentre os seis que teve, (Piero, Niccolò, Giovanni, Franco, Giuseppe e Teresa) mostrou interesse pelo mundo da música. Antonio, com uma máxima severidade criou seu filho com  mão de ferro e sonhando com riqueza que um prodígio poderia lhe trazer, aplicava muita crueldade persistindo com Niccolò nas tarefas musicais, castigando-o severamente a cada engano, e não permitindo para a criança qualquer relaxamento ou brincadeira. (…)” (http://violinovirtuose.blogspot.com/2011/12/biografia-de-niccolo-paganini.html)

 

Niccolò Paganini auditorium  (1).JPG

 

Niccolò Paganini: 18 Centone di Sonate, for violin and guitar, Op. 64, No. 8 in G Major: 1. Andante cantabile

 

Niccolò Paganini: 18 Centone di Sonate, for violin and guitar, Op. 64, No. 1 inA Minor: 2. Rondoncino: Allegro

 

Niccolò Paganini: 6 sonatas, para Violino e Guitarra, Op. 3: No. 3 in D major: Cantabile and Waltz

 

Niccolò Paganini: 12 Quartetos para Violino, Guitarra, Viola e Violoncelo, Op. 4: No. 1 in A minor: 1. Andante marcato 2. Vivace; Minuetto alla marsigliese; Tema con variazioni

 

Niccolò Paganini: Carnevale di Venezia, Op. 10

 

Niccolò Paganini: Moto Perpetuo in C major, Op. 11: Allegro vivace

 

Niccolò Paganini: Arranged works - Introduction and variations on a theme from opera of Rossini's “Cenerentola” (Non più mesta) For Violin And Orchestra

 

 

Fale comigo.
no Facebook sugestões culturais e mais!
publicado por Musikes às 07:26 link do post
03 de Setembro de 2022

A folhear mais um capítulo deste magnífico volume que é o século XIX.

Iremos agora ouvir e conhecer a vida e obra do virtuoso violinista e compositor Niccolò Paganini.

 

Cratera de Popocatépetl - Jean-Baptiste Louis Gros (1833) (1).JPG

 

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Niccolò Paganini.JPG

Niccolò Paganini

(1782-1840)

 

“Niccolò Paganini foi um compositor, guitarrista e violinista italiano. É considerado o maior violinista da história, e um dos mais importantes expoentes da música do romantismo. (…)” (…)” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Niccolò_Paganini)

 

Niccolò Paganini: 24 Caprices, Op. 1: No. 1 in E Major. Andante “L'Arpeggio"

 

Niccolò Paganini: 6 sonatas, para Violino e Guitarra, Op. 2: No. 1 in A major - Minuetto - Adagio

 

 

Niccolò Paganini auditorium .JPG

 

“(…) Paganini é considerado um dos maiores violinistas de todos os tempos, tanto pelo domínio do instrumento como pelas inovações feitas em particular ao staccato e pizzicato. Dotado de uma técnica extraordinária, suas composições eram consideradas impossíveis de serem tocadas por outros violinistas (…) Ele era muito rápido, dava saltos melódicos de várias oitavas, executava passos longos com acordes que cobriam as quatro cordas, alternava rapidamente as notas tocadas com o arco e dedilhava as notas com a mão esquerda. Ele também executou harmónicos artificiais misteriosos e assustadores. Cada técnica era exagerada e suas violentas performances quase sempre terminavam com o rompimento voluntário e progressivo das cordas e a conclusão do concerto na única corda sobrevivente, a de G. (…)” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Niccolò_Paganini)

 

Niccolò Paganini: String Quartets, Op. 1a: No. 2 in E-Flat Major: 4. Finale: Prestissimo

 

Niccolò Paganini: 12 Quartetos para Violino, Guitarra, Viola e Violoncelo, Op. 4: No. 15 in A minor: 1. Maestoso; 2. Minuetto e Canone: Andantino; 3. Recitativo: Andante sostenuto con sentimento; 4. Adagio Cantabile; 5. Rondo: Allegretto

 

 

violino.jpg

 

“(…) Por ter revolucionado a arte de tocar violino, ele deixou a sua marca como um dos pilares da moderna técnica deste instrumento. O seu "Caprice No. 24" está entre suas composições mais conhecidas e serve de inspiração para outros proeminentes artistas como Johannes Brahms e Sergei Rachmaninoff. (…)” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Niccolò_Paganini)

 

Niccolò Paganini: DANCE OF THE WITCHES, OP. 8 - Le Streghe (Witches Dance

 

Niccolò PaganinI: 24 Caprices, Op. 1: No. 5 in A Minor. Agitato

 

Niccolò Paganini: Arranged works - Introduction, theme and variations for solo violin from Paisiello's 'Opera “La bella molinara' (Nel cor più non mi sento) in G major, Op. 38

 

Niccolò Paganini: Miscellaneous works - “La Primavera” , SONATA FOR Violin and Orchestra in A Major

 

 

Fale comigo.
no Facebook sugestões culturais e mais!
publicado por Musikes às 07:12 link do post
04 de Julho de 2022

Bloger Musikes azul (8).PNG

No Musikes em Junho.
 
O que por cá se pôde ouvir e conhecer?
 
Terminamos já mais um “passeio" pela vida e obra do compositor Gustav Mahler, e como não poderia deixar de ser, viramos a página em direcção ao próximo capítulo da História da Música Ocidental.
 
 

Bust of Gustav Mahler (created by Marco Carlo Tomasi)  (3).JPGGustav Mahler

(1860 - 1911)
 
 
 
 
 
 
no Facebook sugestões culturais e mais!
publicado por Musikes às 11:33 link do post
14 de Junho de 2022

Terminamos aqui este passeio pela vida e obra este grande compositor do romantismo, cujo legado influenciou a música erudita do séc. XX.

 

Noite Estrelada - Vincent Van Gogh (1889).JPG

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Friedrich Victor Spitzer - Portrait Gustav Mahler, 1905 (2).JPG

Gustav Mahler

(1860 - 1911)

 

“(…) Se em vida Mahler jamais foi reconhecido por suas composições, justiça seria feita após o final da Segunda Guerra Mundial, com o fim das políticas antissemitas na programação das orquestras europeias. Foi a partir da década 1960 que suas sinfonias e ciclos de lieder sinfônicos foram finalmente descobertos, e sua difusão impulsionada pela ascensão da indústria do disco clássico, integrando de forma definitiva o cânone das principais orquestras do mundo.” (https://www.concerto.com.br/noticias/arquivo/acervo-concerto-vida-de-gustav-mahler)

 

Gustav Mahler: Symphony No. 9 in D Major: I. Andante commodo

 

Gustav Mahler: Symphony No. 9 in D Major: II. Im Tempo eines gemächlichen Ländlers-Etwas täppisch und sehr derb

 

Gustav Mahler: Symphony No. 9 in D Major: III. Rondo-Burleske-Allegro assai-sehr trotzig

 

Gustav Mahler: Symphony No. 9 in D Major: IV. Adagio-sehr langsam

 

No Mar - Arnold Blöcklin (1883).JPG

 

“(…) Embora a sua música fosse ignorada durante os cinquenta anos que se seguiram à sua morte, Mahler passou a ser olhado como um dos precursores das técnicas de composição do século XX, sendo celebrizado pelas dez sinfonias que compôs.” (https://www.infopedia.pt/apoio/artigos/$gustav-mahler)

Saliente-se que “(…) Gustav Mahler Foi um dos compositores mais marcantes da música do século XX, acabando por exercer uma enorme influência em Arnold Schoenberg, Dimitri Shostakovich e Benjamin Britten. (…)” (https://www.infopedia.pt/apoio/artigos/$gustav-mahler)

 

Gustav Mahler: Symphony No. 10 in F-Sharp Minor "Unfinished": I. Adagio

 

Gustav Mahler: Symphony No. 10 in F-Sharp Minor “Completed by Deryck Cooke": II. Scherzo

 

Gustav Mahler: Symphony No. 10 in F-Sharp Minor “Completed by Deryck Cooke": III. Purgatorio. Allegro moderato

 

Gustav Mahler: Symphony No. 10 in F-Sharp Minor “Completed by Deryck Cooke": IV. Scherzo. Allegro Pesante

 

Gustav Mahler: Symphony No. 10 in F-Sharp Minor “Completed by Deryck Cooke": V. Finale. Langsam, schwer

 

 

Fale comigo.

Também no Facebook!

publicado por Musikes às 07:09 link do post
08 de Junho de 2022

Le Bon Marché (xilogravura) - Félix Vallotton (1893).JPG

 

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Gustav Mahler

(1860 - 1911)

 

“(…) Quando, mais uma vez, a situação tornou-se insustentável, Mahler aceitou o convite para reger nos Estados Unidos, para onde diversos músicos europeus iam com o objetivo de fazer pequenas fortunas em um curto espaço de tempo. Em 1907 ele partiu para sua primeira viagem a Nova York, onde regeu a filarmónica local e diversas produções do Metropolitan Opera House, além de estrear em solo norte-americano sua Sinfonia nº 2. Depois de um breve retorno à Europa, ele volta para os Estados Unidos, onde rege várias temporadas de sucesso, ao mesmo tempo em que protagoniza um embate musical com o regente italiano Arturo Toscanini. Porém, com a saúde debilitada por conta de uma endocardite, na época incurável, retorna ao velho mundo em fevereiro de 1911, para morrer poucos meses depois em sua querida Viena, em 18 de maio. (…)” (https://www.concerto.com.br/noticias/arquivo/acervo-concerto-vida-de-gustav-mahler)

 

Gustav Mahler Kohut (1).JPG

 

Gustav Mahler: Symphony No. 8 in E-Flat Major "Symphony of a Thousand”: Infirma nostri corporis

 

Gustav Mahler: Symphony No. 8 in E-Flat Major "Symphony of a Thousand”: Tempo I (Allegro, etwas hastig)

 

Gustav Mahler: Symphony No. 8 in E-Flat Major "Symphony of a Thousand”: Accende lumen sensibus

 

Gustav Mahler: Symphony No. 8 in E-Flat Major "Symphony of a Thousand”: Veni, creator spiritus

 

 

Fale comigo.

Também no Facebook!

publicado por Musikes às 07:22 link do post
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Identifico-me totalmente com o argumento deste pos...
Obrigado pelas suas palavras.Viverá para sempre na...
Para mim, a canção mais bonita cantada em lingua p...
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
blogs SAPO