Em cada um reside a fonte da partilha, e seja ela um dom ou não, deixa-me semear no teu ser o prazer da Música. Ela tem inspirado o Homem no revelar o seu pensamento, o interpretar e sentir o Universo ao longo de milénios. Bem vindo!
15 de Fevereiro de 2019

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Johann Strauss II

(1825-1899)

 

“(…) A partir de O Morcego, Strauss Jr. passou a ser tanto o compositor e regente dos animados bailes vienenses, como o autor de inúmeras operetas de sucesso nos teatros da cidade: Uma noite em Veneza, de 1883, O barão cigano, de 1885, Sangue vienense, de 1899, entre outras obras. (…)” (https://www.portalsaofrancisco.com.br/biografias/johann-strauss-ii)

 

Joham Straus II (Junior): O Morcego - Opereta Completa

 

Johann Strauss II (Junior): Hofballtänze - Walzer, Op. 298

 

Johann Strauss II (Junior): Ich bin dir gut! - Walzer, Op. 455

 

Johann Strauss II (Junior): Postillon d'Amour - Polka-française, Op. 317

 

Johann Strauss II (Junior): Souvenir de Nizza - Walzer, Op. 200

publicado por Musikes às 13:03 link do post
31 de Janeiro de 2019

Entre as muitas sugestões culturais do Musikes,eis-nos a folhear umas tantas páginas desta época fantástica que é o Século XIX.

Actualmente, e em pleno período do Romantismo, encontramo-nos a passear nas cortes de Viena da Austria na exuberante companhia do compositor Johann Strauss II (JR.).

 

MUSIKES

Grandes Músicas… Grandes  Épocas!...

 

 

 

O que por cá se tem publicado...

 

Strauss escreveu mais de 150 valsas, polcas cem, setenta quadrilhas (danças quadrados), mazurcas (danças folclóricas da Polônia), marchas e galops (danças francesas). A sua música combina invenção melódica considerável, uma enorme energia e brilho com suavidade e polonês, e às vezes até mesmo uma sensualidade incrivelmente refinado.

 

Ler mais!

 

 

Embora seu pai não quisesse que o filho seguisse carreira musical, os impulsos de Johann Jr. o fizeram contrariar a vontade do pai

 

...e quando o pai abandonou a casa da família para viver com uma chapeleira, em 1842, sentiu-se estimulado a competir com ele no mundo da valsa vienense. (…)

Em 1844, quando tinha apenas 19 anos, Johann Jr. fundou uma orquestra de danças, que estreou no outubro do mesmo ano. O repertório era formado por valsas e outras danças de vários autores, inclusive algumas peças de seu pai e outras de sua própria autoria.

 

Ler mais!

 

 

Strauss Jr. é mais o símbolo de uma entidade ainda maior: a família Strauss

 

Enquanto for lembrado, o nome de Johann Strauss Jr. estará sempre ligado ao do pai, Johann Strauss, e ao dos irmãos, Eduard e Josef. Apesar de ser claramente o maior deles, Strauss Jr. é mais o símbolo de uma entidade ainda maior: a família Strauss. O patrono da dinastia dos “reis da valsa”.

 

Ler mais!

 

 

Seus concertos atraíam tanto o público como compositores consagrados como Liszt, Wagner e Brahms

 

A carreira de Strauss Jr. foi impulsionada desde então por um sucesso tão vertiginoso quanto o ritmo rodopiante das valsas que compunha. Ele e sua orquestra viajavam em grandes e animadas excursões por toda a Europa

 

Ler mais!

 

 

 

Facebook  Twitter  Padlet  E-Mail

 

Agora que já tens as últimas publicações, passa pelo Musikes para conhecer, ler, ouvir e partilhar apenas “Grandes Músicas… Grandes Épocas...”

Bom fim-de-semana!

 

 

Facebook  Twitter  Padlet  Email

publicado por Musikes às 12:32 link do post
26 de Janeiro de 2019

GRANDES MÚSICAS… GRANDES ÉPOCAS!...

 

 

Séc. XIX - O Romantismo

(1810-1910)

 

Johann Strauss II

(1825-1899)

 

“(…) A carreira de Strauss Jr. foi impulsionada desde então por um sucesso tão vertiginoso quanto o ritmo rodopiante das valsas que compunha. Ele e sua orquestra viajavam em grandes e animadas excursões por toda a Europa, e em 1872 Strauss Jr. se apresentou nos Estados Unidos. Seus concertos atraíam tanto o público como compositores consagrados como Liszt, Wagner e Brahms, que gostava tanto de suas obras que chegou a lamentar o fato do Danúbio Azul não ser de sua autoria.

 

Mesmo com essa agenda cheia, Johann Strauss Jr. ainda encontrava tempo para compor uma interminável lista de obras – mais de 200 valsas, 32 mazurcas, 140 polcas e 80 quadrilhas, num total de 479 obras publicadas, mais dezenas de peças manuscritas e outras realizadas em parceria com seus irmãos. Suas danças são, de longe, as mais bem realizadas de sua época. (…)” (https://www.portalsaofrancisco.com.br/biografias/johann-strauss-ii)

 

Johann Strauss II (Junior): Eljen A Magyar!'', Op. 332

 

Johann Strauss II (Junior): The Gypsy Baron - Entry March

 

Johann Strauss II (Junior): Donde Florecen Los Limoneros

 

Johann Strauss II (Junior): Vida de Artista

 

Johann Strauss II (Junior): Perpetuom Mobile

 

Johann Strauss II (Junior): Doces de Viena

publicado por Musikes às 12:39 link do post
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Ola! ☺️Saudações Musikes! 🤗Claro que me lembro! Co...
Olá Pedro,Como estás? Eu sou a Alda, a colega que ...
è Natal, é Natal....As mais belas canções de Natal...
Quando estou triste, paro e medito...Quando estou ...
A música é, sem dúvida, o alimento da alma... das ...
blogs SAPO